Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/1341
Title: CRIANÇA, TV E EDUCAÇÃO: o que os alunos do 4º ano da Escola Machado de Assis (Imperatriz – MA) dizem e aprendem sobre a televisão
Other Titles: CHILD, TV AND EDUCATION: what the students of the 4th year of the Machado School Of Assisi (Imperatriz - MA) say and learn about television
Authors: MARINHO, Chenia Pinto
Keywords: Televisão;
Educação;
Criança;
Television;
Education;
Child.
Issue Date: 25-May-2013
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
Abstract: Este trabalho objetivou discutir os possíveis usos e apropriações da TV, no atual contexto de globalização, bem como as controvérsias literárias a respeito dessa “tecnologia da informação” como a “grande vilã” ou aliada na educação de crianças. Mas o interesse principal recaiu sobre a investigação do que as crianças pensam sobre o que veem na TV no seu dia-a-dia, a partir da análise de “falas”, impressões, opiniões, críticas e expectativas a respeito da televisão, bem como identificar os programas mais assistidos por elas e de que maneira a televisão influencia ou não o comportamento dessas crianças. Objetivou, ainda, analisar o papel do professor diante desse meio de comunicação tão presente na vida das crianças; se e como trabalha com a televisão, reconhecendo-a ou não como ferramenta pedagógica, tendo em vista sua abrangência e riqueza de possibilidades educativas. Participaram da pesquisa 24 alunos, de 09 a 11 anos, juntamente com a professora do 4º ano da Escola Municipal Machado de Assis, da cidade de Imperatriz (MA). Portanto, trata-se de uma pesquisa de campo de natureza qualitativa, desenvolvida com o seguinte procedimento: foi solicitado às crianças que expressassem, por meio de textos ou de desenhos, o que achavam da TV, além das entrevistas, estas, direcionadas também para a professora, as quais deram um maior embasamento e uma melhor compreensão dos dados colhidos. Esses dados apontaram que as crianças de fato estão sendo educadas pela TV no decorrer de suas vidas. Porém, não sendo inteiramente passivos às suas influências, como pregam alguns pensadores mais radicais; os telespectadores infantis interagem com esse meio e formulam suas opiniões a respeito do que veem. Observou-se também que, apesar de ainda haver falta de interesse de alguns professores em adquirir conhecimento sobre o assunto, há educadores, no caso da professora entrevistada, que estão conscientes da importância de avaliar, discutir e orientar os alunos sobre o ato de ver TV, além de fomentar uma postura crítica diante deste meio de comunicação tão importante.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1341
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Pedagogia do Campus de Imperatriz

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CheniaMarinho.pdf2,21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.