Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/1444
Title: ACIDENTES CAUSADOS POR ARRAIAS PINTADAS Potamotrygon motoro (Müller & Henle, 1841) EM DUAS COMUNIDADES DO SISTEMA LACUSTRE PINDARÉMEARIM, MARANHÃO: EPIDEMIOLOGIA, ASPECTOS CLÍNICOS E MEDIDAS PREVENTIVAS.
Other Titles: ACCIDENTS CAUSED BY ARRAIAS PAINTED Potamotrygon motoro (Müller & Henle, 1841) IN TWO COMMUNITIES OF THE SYSTEM LACUSTRE PINDARÉMEARIM, MARANHÃO: EPIDEMIOLOGY, CLINICAL ASPECTS AND MEASURES PREVENTIVE.
Authors: COSTA, Jailma Araújo da
Keywords: Arraias de água doce;
Animais peçonhentos;
Toxinas;
Pescadores;
Baixada Maranhense;
Freshwater stingrays;
Venomous animals;
Toxins;
Fishermen;
Baixada Maranhense.
Issue Date: 21-Jul-2017
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
Abstract: Introdução: Acidentes causados por arraias de água doce são comuns em pescadores e muitas vezes podem ser incapacitantes, mantendo a vítima afastada do trabalho por semanas ou meses. O presente trabalho objetivou analisar os registros de acidentes por arraias pintadas Potamotrygon motoro, nos municípios de Penalva e Viana, Maranhão, bem como descrever os principais aspectos epidemiológicos e clínicos, com o intuito de fornecer informações para melhores condições de atendimento e tratamento aos acidentados. Metodologia: Foi realizado uma análise descritiva epidemiológica dos acidentes causados por arraias P. motoro nos municípios de Viana e Penalva, localizados na microrregião da Baixada Maranhense e mesorregião Norte Maranhense, inseridos no Sistema Lacustre Pindaré-Mearim (SLPM). Resultados: Foram entrevistados quarenta pescadores, e todos sofreram acidentes por arraias de água doce, a dor e o edema foram os sintomas/sinais mais citados e a necrose da pele surgiu em 70% dos acidentados. A medida terapêutica mais utilizada foi a popular, tais como o uso de urina, ervas, fumaça do saco de estopa, fezes humanas e outros. A ocorrência de acidentes com a mesma pessoa foi de 2 a 4 vezes (50%) e até 10 vezes (12,5%). Conclusão: Os resultados evidenciam a falta de informações sobre tratamento das lesões e a frequência em que os acidentes com arraias pintadas P. motoro correram em Penalva e Viana. Dessa forma, configura-se a necessecidade dos órgãos públicos responsáveis pela sáude desenvolver ações educativas preventivas, bem como qualificações para os profissionais de saúde para o atendimento e tratamento adequado à acidentados por arraias fluvias.
Description: Monografia apresentada ao Colegiado do Curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Maranhão, Campus IV, Centro de Ciências Agrárias e Ambientais, como pré-requisito para obtenção de grau de Licenciado e Bacharel em Ciências Biológicas.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1444
Appears in Collections:TCC de Graduação em Ciências Biológicas do Campus de Chapadinha

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JailmaCosta.pdfTrabalho de Conclusão de Curso624,08 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.