Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/1510
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSOARES, Jacyara Castelo Branco-
dc.date.accessioned2017-09-26T14:18:20Z-
dc.date.available2017-09-26T14:18:20Z-
dc.date.issued2016-09-02-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/123456789/1510-
dc.descriptionMonografia submetida à Coordenação do Curso de Química Industrial da Universidade Federal do Maranhão, como requisito para obtenção do grau de Bacharel.pt_BR
dc.description.abstractEntre as diversas problemáticas ambientais, atentamos principalmente para os impactos relacionados a ambientes aquáticos, o qual necessariamente toda forma de vida depende para sobrevivência. Das diversas categorias de contaminantes químicos, destacamos os Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPAs), que têm sido continuamente objeto de muito interesse, em virtude dos seus potenciais efeitos carcinogênicos e mutagênicos. Devido a estes compostos serem encontrados na natureza em concentrações muito baixas, a amostra necessita ser submetida a uma etapa de pré-concentração, para isso, realizou-se a Microextração em Fase Sólida (SPME), porém alguns fatores podem influenciar na sua eficiência. Portanto, tem-se como objetivo deste trabalho utilizar ferramentas quimiométricas para inferir quais fatores apresentam importância significativa na determinação das melhores condições para análise de HPAs em ambientes aquáticos utilizando SPME. Para tal, foi realizado um planejamento experimental fatorial completo da ordem de 23, 3 fatores e 2 níveis, variando a temperatura em 25 e 45°C, a agitação em 600 e 1100 rpm e o tempo de extração em 10 e 30 min. Com isso, foi possível verificar que, dentro do limite dos níveis e fatores testados, a maior eficiência se dá quando a extração é realizada em temperatura de 25°C, agitação de 1100 rpm e tempo de 30min. Posteriormente, as condições otimizadas foram aplicadas na análise de amostras de água da Comunidade do Cajueiro, situada na zona rural II de São Luís. Utilizando cromatografia a gás acoplada a espectrometria de massas, foi possível detectar a presença de HPAs. Constatou-se então, que a utilização da quimiometria para otimização da SPME mostrou-se eficiente. A partir dos resultados obtidos pode-se padronizar este procedimento, evitando desta forma, análises que promovam resultados insatisfatórios, resultando também em economia de tempo e material de consumo.pt_BR
dc.language.isootherpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃOpt_BR
dc.subjectHPAs;pt_BR
dc.subjectSPME;pt_BR
dc.subjectPlanejamento Fatorial;pt_BR
dc.subjectPAHs;pt_BR
dc.subjectSPME;pt_BR
dc.subjectFactorial planningpt_BR
dc.titleOTIMIZAÇÃO DA MICROEXTRAÇÃO EM FASE SÓLIDA UTILIZANDO FERRAMENTAS QUIMIOMÉTRICAS PARA DETERMINAÇÃO DE HIDROCARBONETOS POLICÍCLICOS AROMÁTICOS EM ÁGUASpt_BR
dc.title.alternativeOPTIMIZATION OF SOLID PHASE MICROEXTRACTION USING QUIMIOMETRIC TOOLS FOR DETERMINING AROMATIC POLYCYCLIC HYDROCARBONS IN WATERSpt_BR
dc.typeOtherpt_BR
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Química Industrial do Campus do Bacanga

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JacyaraSoares.pdfTrabalho de Conclusão de Curso1,77 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.