Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/1519
Title: Avaliação da atividade antimicrobiana e antioxidante dos óleos essenciais de Zingiber officinale Roscoe (gengibre) e Rosmarinus officinalis L. (alecrim) frente às bactérias patogênicas
Other Titles: Evaluation of antimicrobial and antioxidant activity of Zingiber essential oils officinale Roscoe (ginger) and Rosmarinus officinalis L. (rosemary) against bacteria pathogenic
Authors: CUTRIM, Elaine Sá Menezes
Keywords: Alecrim;
Gengibre;
Óleos essenciais;
Atividade antimicrobiana;
Capacidade antioxidante;
Rosemary;
Ginger;
Essential oils;
Antimicrobial activity;
Antioxidant capacity.
Issue Date: 30-Jan-2017
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
Abstract: As plantas condimentares e de uso medicinal são utilizadas pelo homem desde a Antiguidade devido as suas propriedades terapêuticas. A partir destas plantas obtêm-se os óleos essenciais, cujas atividades antimicrobiana e antioxidante são comprovadas. Estas propriedades têm ganhado destaque nas últimas décadas devido ao aumento da resistência bacteriana aos antibióticos disponíveis no mercado e a toxicidade apresentada pelos antioxidantes sintéticos. Diante deste cenário, o objetivo desta pesquisa foi avaliar a atividade antibacteriana e capacidade antioxidante dos óleos essenciais de Zingiber officinale (gengibre) e Rosmarinus officinalis (alecrim). Os óleos essenciais foram obtidos por hidrodestilação usando um equipamento tipo Clevenger por um período de quatro horas, sendo obtidos cerca 0,6 mL de cada óleo essencial. A partir da CG/EM identificou-se 17 constituintes no óleo essencial de alecrim, sendo a cânfora (37,00%) e o 1,8-cineol (11,32%) os compostos majoritários. No óleo essencial de gengibre, foram identificados 18 constituintes, sendo α-zingibereno (27,14%), geranial (14,06%) e nerolidol (13,51%) os compostos majoritários. A atividade antimicrobiana dos óleos essenciais foi determinada por meio do teste de difusão em ágar, utilizando-se o óleo puro, e Concentração Inibitória Mínima, nas concentrações de 2000 a 75 μg.mL-1. Nos testes foram utilizadas duas cepas microbianas: Escherichia coli (ATCC 25922) e Staphylococcus aureus (ATCC 25923). Os halos de inibição obtidos tiveram diâmetro próximo, em torno de 10 mm, e valores de CIM na faixa de 200 a 1700 μg.mL-1, destacandose a ação inibitória do óleo essencial de gengibre frente S. aureus. A atividade antioxidante dos óleos essenciais foi avaliada pela capacidade de estabilizar o radical livre ABTS nas concentrações de 5 a 30 μg.mL-1. Os óleos essenciais de gengibre e alecrim conseguiram inibir 12,41% e 15,8% dos radicais na máxima concentração testada, e apresentaram CE50% de 308,16 μg.mL-1 e 153,7 μg.mL-1, respectivamente. Ambos os óleos essenciais foram considerados ativos. Estas análises visaram determinar a real contribuição dos óleos essenciais do gengibre e do alecrim como antimicrobianos e antioxidantes naturais.
Description: Trabalho de conclusão de curso de graduação apresentado à Universidade Federal do Maranhão como requisito parcial para a obtenção do título de Bacharel em Química Industrial.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1519
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Química Industrial do Campus do Bacanga

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ElaineCutrim.pdfTrabalho de Conclusão de Curso1,84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.