Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/2053
Title: Perfil epidemiológico de pacientes com lesão por pressão estágios III e IV
Other Titles: Epidemiological profile of patients with stage III and IV lesions
Authors: SANTOS, Ana Carolina Morais dos
Keywords: Lesão por pressão
Perfil Epidemiológico
Enfermagem
Pressure injury
Epidemiological profile
Nursing
Issue Date: 12-Jan-2018
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: Este estudo tem por objetivo analisar o perfil epidemiológico de pacientes com lesão por pressão estágios III e IV em quatro (4) hospitais públicos de São Luís – MA. Dentre eles dois (2) hospitais sob regimento de órgão da administração pública Municipal, um (1) hospital sob regimento de órgão da administração pública Estadual, e um (1) hospital sob regimento de órgão da administração pública Federal. Os setores abordados foram: Cuidados Paliativos, Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Neuro-Ortopedia e UTI, num período de junho de 2011 à junho de 2016, mas com um tempo médio de coleta de seis (6) meses de coleta de dados por instituição. Os dados foram coletados através de um instrumento de avaliação direcionado ao paciente que consta de um roteiro que contém dados de identificação e clínicos do paciente. A coleta de dados foi realizada somente após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa do HU-UFMA, sob parecer CEP 002600/2010, e autorização das referidas instituições pesquisadas, assim como aceitação e assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido pelo participante da pesquisa. Estudados 70 pacientes e identificados que 55,71% pertenciam ao sexo masculino; 57,14% possuíam idade igual ou maior que 60 anos; 54,28% portavam apenas o ensino fundamental incompleto; 30% eram aposentados; 54,28% eram da religião católica; 52,85% estavam solteiros; 34,28% tinham como diagnóstico médico alguma disfunção neurológica; 54,28% procediam de outras instituições hospitalares; 57,14% portavam algum tipo de doença de base; 92,85% estavam restritos ao leito; 51,42% obtinham tempo de internação entre 1 a 50 dias; 51,42% se encontravam na clínica médica; 70% conseguiram alta hospitalar; 56,09% apresentaram lesões por pressão estágio IV e 53,65% na região sacra. Concluimos que os perfis epidemiológicos são necessários para se estabelecer dados referentes ao problema do desenvolvimento de lesão por pressão. Assim, fica evidente a importância da implementação de um protocolo preventivo específico para lesão por pressão.
Description: ABSTRACT: This study aims to analyze the epidemiological profile of patients with stage III and IV pressure lesions in four (4) public hospitals in. Among them were two (2) hospitals under a municipal administration body, one (1) hospital under a state administrative body, and one (1) hospital under a federal public administration body. The sectors covered were: Palliative Care, Medical Clinic, Surgical Clinic, Neuro-Orthopedics and ICU, from June 2011 to June 2016, but with an average collection time of six (6) months of data collection per institution . The data were collected through a patientdirected evaluation instrument that consists of a script that contains patient identification and clinical data. Data collection was performed only after approval by the Research Ethics Committee of HU-UFMA, under CEP opinion 002600/2010, and authorization of said research institutions, as well as acceptance and signature of the Free and Informed Consent Form by the research participant . We studied 70 patients and identified that 55.71% were male; 57.14% were aged 60 years or over; 54.28% had incomplete elementary education only; 30% were retired; 54.28% were of the Catholic religion; 52.85% were single; 34.28% had as their medical diagnosis some neurological dysfunction; 54.28% came from other hospital institutions; 57.14% had some type of underlying disease; 92.85% were restricted to the bed; 51.42% obtained hospitalization time between 1 and 50 days; 51.42% were in the medical clinic; 70% were discharged; 56.09% presented lesions by stage IV pressure and 53.65% in the sacral region. We conclude that epidemiological profiles are necessary to establish data regarding the problem of development of pressure injury. Thus, it is evident the importance of implementing a specific preventive protocol for pressure injury
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2053
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Enfermagem do Campus do Bacanga

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaCarolinaSantos.pdfTrabalho de Conclusão de Curso2,16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

Admin Tools