Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/2074
Title: Assistência prestada aos usuários em situação de infertilidade em unidades básicas de saúde de São Luís-Ma.
Other Titles: Assistance provided to infertile users in basic health units of São Luís-Ma.
Authors: SANTOS, Samira Rodrigues dos
Keywords: Infertilidade
Assistência
Planejamento reprodutivo
Atenção básica
Infertility
Assistance
Reproductive planning
Primary care
Issue Date: 8-Jan-2018
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: Introdução: Um casal é infértil quando há ausência de gravidez após um ano de relação sexual plena, com frequência de coito duas vezes por semana e sem o uso de métodos contraceptivos. No Brasil, 278 mil casais apresentam limitações em conceber um filho em seu período reprodutivo, o que constitui um problema de Saúde Pública. Objetivo: Investigar assistência prestada aos usuários em situação de infertilidade em Unidades Básicas de São Luís - MA. Metodologia: Estudo descritivo, exploratório com abordagem quantitativa, realizado em dois distritos de saúde de São Luís - MA, totalizando em 8 Unidades Básicas Saúde. Foram entrevistados os gestores e aplicado o formulário composto por três dimensões, sendo elas estrutural, assistencial e organizacional, com questões que buscaram avaliar a assistência prestada aos usuários em situação de infertilidade nas unidades de saúde. Resultados: Das unidades de saúde investigadas, apenas 4 (50%) desenvolvem as atividades específicas do planejamento reprodutivo; e destas, 100% abordam efetivamente o tema métodos contraceptivos como tema específico do planejamento reprodutivo; em 100% o enfermeiro é o profissional de maior atuação nas atividades educativas; 75% das unidades não possuem materiais educativos em planejamento reprodutivo para a sua clientela; 87,50% os gestores declararam possuir equipamentos e instrumentos de trabalho necessários; nenhuma realiza prática e assistência que deveriam ser ofertadas na Atenção Básica aos usuários inférteis; apenas 25% das unidades possuem protocolo de encaminhamento em casos de infertilidade. Conclusão: Com base nos resultados obtidos, constatou-se que a existência da assistência aos usuários em casos de infertilidade, constitui-se ainda de baixa cobertura nas unidades de saúde. Tais resultados implicam na necessidade de elaborar intervenções de acordo com a peculiaridade dessa clientela nas unidades de saúde e integrada ao Planejamento Reprodutivo.
Description: ABSTRACT: Introduction: A couple is infertile when there is no pregnancy after a year of full sexual intercourse, often with intercourse twice a week and without the use of contraceptive methods. In Brazil, 278,000 couples have limitations in conceiving a child in their reproductive period, which presents a Public Health problem. Objective: To investigate care provided to infertile users in Basic Units of São Luis - MA. Methodology: A descriptive, exploratory study with a quantitative approach was carried out in two health districts, totaling 8 Basic Health Units. The managers were interviewed and a three-dimensional form was applied, being structural, assistance and organizational with questions that sought to evaluate the assistance provided to infertile users in health facilities. Results: Of the health units investigated, only 4 (50%) practice the specific activities of the reproductive planning; and of these, 100% approach with prevalence the theme contraceptive methods as a specific theme of reproductive planning; in 100% the nurse is the professional of greater performance in the educational activities; 75% of the units do not have educational materials on reproductive planning for their clientele; 87.50% managers stated that they had the necessary equipment and work tools; none practices and assistance that should be offered in the Basic Attention to infertile users; only 25% of the units have a referral protocol in cases of infertility. Conclusion: Based on the results obtained, it was found that the existence of assistance to users in cases of infertility, is still low coverage in health units. These results imply the need to elaborate interventions according to the peculiarity of this clientele in the health units and integrated to the Reproductive Planning.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2074
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Enfermagem do Campus do Bacanga

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SamiraSantos.pdfTrabalho de Conclusão de Curso1,86 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.