Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/2331
Title: ESQUEMAS INICIAIS DESADAPTATIVOS DE MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA PERPETRADA POR PARCEIRO ÍNTIMO.
Other Titles: INITIAL DESADAPTATIVOS SCHEMES OF AT-RISK WOMEN VIOLENCE PERPETRATED BY INTIMATE PARTNER.
Authors: ALGARVES, Cleonice Pereira
Keywords: violência contra as mulheres; violência por parceiro íntimo; esquemas iniciais desadaptativos; terapia do esquema; terapia cognitivo-comportamental
violence against women; intimate partner violence; early maladaptive schemas; schema therapy; cognitive-behavioral therapy
Issue Date: 12-Jul-2018
Publisher: UFMA
Abstract: A literatura tem apontado numerosos fatores associados à violência contra as mulheres perpetrada por parceiro íntimo, entre os quais, a dificuldade de algumas delas em perceber o vívido como violência. Tal dificuldade tem sido explicada pelas crenças/esquemas desadaptativos que funcionam como regras para o processamento de informações e exercem influência para a estruturação da vida conjugal. A partir disso, este estudo teve como objetivo analisar os EIDs apresentados por mulheres em situação de violência perpetrada por parceiro íntimo, de modo que 40 usuárias, de uma instituição especializada no atendimento a mulheres em situação de violência no Maranhão, responderam três instrumentos: Formulário de Identificação da Mulher, Questionário de Esquemas de Young e a Escala de Violência entre Parceiros Íntimos. Os dados deste estudo foram analisados por meio de estatísticas descritivas (mínima, máxima, média [DP], frequências) e inferenciais (correlação de Pearson). Os resultados indicaram a predominância de uma situação socioeconômica deficitária e a prevalência de violência física e verbal. Os motivos para agressão do parceiro, identificados pelas usuárias, foram apontados majoritariamente como o consumo de álcool/outras drogas pelos parceiros e o ciúme deles. Observou-se um nível elevado de ativação dos EIDs: Abandono/Instabilidade; Desconfiança/Abuso; Vulnerabilidade ao Dano/Doença; Autossacrifício; Negatividade/Pessimismo; e Inibição Emocional. Dados que sugerem a influência dessas cognições para a vitimização em relacionamentos abusivos. A análise de correlações indicou que quanto menores os Danos à Saúde, Sexualidade e Patrimônio, decorrentes da violência pelos parceiros, maiores são as atitudes de Autossacrifício das mulheres e, quanto maior o Controle Comportamental do parceiro, maior a ativação dos esquemas de Postura Punitiva delas. Foi observado ainda que, quanto mais jovens, mais elevados os níveis de ativação de alguns esquemas das mulheres, resultado que sugere a vivência de experiências nocivas na infância, que contribuíram para a formação dos EIDs e servem de referência para as constantes ativações. Os dados alcançados corroboram com a literatura existente e abrem novos caminhos de investigação sobre a influência dos EIDs no processo de violência contra as mulheres perpetrada por parceiro íntimo.
Description: The literature has pointed to numerous factors associated with intimate partner violence against women, including the difficulty of some of them in perceiving the experienced as violence. Such difficulty has been explained by the beliefs/maladaptive schemas that function as rules for processing information and it influence the marital life structure. Therefore, this study aimed to analyze the EMS’s presented by women in situations of violence perpetrated by intimate partner, so that 40 users, from an institution specialized in the care of women in situations of violence in Maranhao, answered three instruments: Women's Identification Form, Young Schemas Questionnaire and the Intimate Partner Violence Scale. The data of this study were analyzed through descriptive statistics (minimum, maximum, mean [SD], frequencies) and inferential (Pearson's correlation). The results indicated the predominance of a deficit socioeconomic situation and the prevalence of physical and verbal violence. The reasons for partner aggression, identified by the users, were pointed out mainly as the alcohol/other drugs consumption by the partners and their jealousy. The results showed a high level of activation of the EMS’s: Abandonment/Instability; Mistrust/Abuse; Vulnerability to Injury/Illness; Self-Sacrifice; Negativity/Pessimism; and Emotional Inhibition. Data that suggests the influence of these cognitions to victimization in abusive relationships. The analysis of the correlations indicated that the lower the Damage to Health, Sexuality and Patrimony due to partner violence, the greater the women Self-Sacrificing attitude, and the greater the partner's Behavioral Control, the greater the activation of her Punishment Posture schemes. It was also found that the younger the women, the higher some schemes levels of activation, a result that suggests that they experienced more harmful experiences in childhood, that contributed to the formation of the EMS’s and serve as reference for the constant activations. The results achieved corroborate with the existing literature and open new paths of research on EMS’s influence on the process of violence against women perpetrated by an intimate partner.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2331
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Psicologia do Campus do Bacanga

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cleonice Pereira Algarves.pdf678,06 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

Admin Tools