Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/2945
Title: Informação estratégica sobre dengue no município de Codó, Maranhão: aspectos do potencial epidemiológico
Other Titles: Strategic information on dengue in the municipality of Codó, Maranhão: aspects of the epidemiological potential
Authors: SOUSA, Wanderléia Sobrinho
Keywords: Epidemiologia
Vigilância epidemiológica
SINAN
Dengue
Epidemiology
Epidemiological surveillance
SINAN
Dengue
Issue Date: 8-Jan-2019
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: Este estudo busca verificar a disponibilidade e a cobertura das informações de notificação de dengue no município de Codó, Maranhão, analisando dados do SINAN, e do LIRAa para descrever o cenário epidemiológico da dengue no município de Codó, bem como diagnosticar pontos críticos na cadeia de informações com vistas ao interesse público. A dengue é uma das doenças virais com maior taxa de propagação e elevada reincidência. Todos os sorotipos são transmitidos pela picada do mosquito Aedes aegypti (Linnaeus, 1762), um mosquito antropofílico totalmente adaptado ao ambiente urbano, que também é transmissor da febre amarela, e convive com Aedes albopictus (Skuse, 1894), vetor secundário da dengue. O trabalho de vigilância feito nos municípios visa monitorar focos e permite detectar possíveis sinais epidêmicos e antecipar ações preventivas. Foram obtidos dados de ocorrência de casos de dengue e o conjunto de dados do LIRAa 2018 e dados do índice de Infestação Predial Regional relativos ao ano de 2017, junto à FUNASA em Codó. O município reúne características favoráveis à proliferação do Ae. aegypti, como, condições de saneamento ambiental precárias como taxa de esgotamento sanitário adequado em apenas 24,2% das residências. No LIRAa realizado na regional (Março/2017), verificou-se que Codó apresentava índice de infestação predial baixo IIP = 0,30, sendo portanto classificado como satisfatório, mantido no relatório de 2018. A literatura valida a relação positiva entre o IIP e a pluviosidade, e o IIP e a incidência de casos, aponta o IIP como um fator crítico significativo na transmissão de dengue. Foram contabilizados os valores de incidência de Dengue notificados. Os dados são precários na consulta pública, porém tem maior qualidade quando consultados diretamente por servidor cadastrado. O sistema padece ainda de problemas como a subnotificação de pelo menos 70,4% das informações sobre internação no SINAN. A sensibilidade do sistema é considerada baixa por alguns estudos e é necessária a utilização concomitante e maior integração entre as bases de dados para aumentar a sensibilidade. Para aumentar a eficiência e alcançar de modo mais rápido esse objetivo, deve aumentar a integração dos sistemas de informação disponíveis, além de capacitar com infraestrutura e pessoal todos os órgãos que tem atividade no sistema de disseminação de informações epidemiológicas cruciais, no processo de análise e direcionamento de medidas de controle e prevenção de surtos.
Description: ABSTRACT This study aims to investigate the availability and coverage of dengue notification information in the municipality of Codó, Maranhão, analyzing data from SINAN and LIRAa to characterize the epidemiological scenario of dengue in the municipality of Codó, as well as to check critical points in the chain of information in the public interest. Dengue is one of the viral diseases with the highest rate of spread and high recurrence. All the serotypes are transmitted by the mosquito bite Aedes aegypti (Linnaeus, 1762), an anthropophilic mosquito fully adapted to the urban environment, which also transmits yellow fever, and lives with Aedes albopictus (Skuse, 1894), a secondary vector of dengue. The surveillance work done in the municipalities is aimed at monitoring foci and allows to detect possible epidemic signs and to anticipate preventive actions. Data on the occurrence of dengue cases and the data set for LIRAa 2018 and data on the Regional Predator Infestation index for the year 2017 were obtained from FUNASA in Codó. The municipality has characteristics favorable to the proliferation of Ae. aegypti, and poor environmental sanitation conditions as an adequate sanitary sewage rate in only 24.2% of households. In the LIRAa carried out in the region (March / 2017), it was found that Codó had a low PIII index of PIA = 0.30 and was therefore classified as satisfactory, maintained in the 2018 report. The literature validates the positive relationship between PII and the rainfall, and the IIP and the incidence of cases indicate the IIP as a significant critical factor in the transmission of dengue. The reported incidence of Dengue was recorded. The data is precarious in the public consultation, but it has higher quality when directly consulted by a registered server. The system also suffers from problems such as the underreporting of at least 70.4% of the information on admission to SINAN. System sensitivity is considered low by some studies and concomitant use and greater integration between databases is needed to increase sensitivity. In order to increase efficiency and achieve this objective more rapidly, it should increase the integration of the available information systems, as well as equip all the agencies that have activity in the system of dissemination of crucial epidemiological information, in the process of analysis and control measures and prevention of outbreaks
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2945
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Ciências Naturais /Biologia do Campus de Codó

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
WanderleiaSousa.pdfTrabalho de Conclusão de Curso1,35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.