Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/3175
Title: Ecomorfologia da sardinha de água doce Triportheus signatus (Characiformes: Triportheidae) no Baixo Parnaíba
Other Titles: Ecomorphology of freshwater sardines Triportheus signatus (Characiformes: Triportheidae) in the Lower Parnaíba
Authors: OLIVEIRA, Diones Machado
Keywords: Adaptação
Morfometria
Rio Parnaíba
Morphometry
Rio Parnaíba
Adaptation
Issue Date: 19-Dec-2018
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: A ecomorfologia estuda as relações entre a morfologia e o desempenho ecológico das espécies, partindo da premissa que tais relações resultam das pressões exercidas pelo ambiente no qual o organismo habita. Em peixes, estudos ecomorfológicos são abundantes e, em sua maioria, têm confirmado a influência do ambiente em características morfológicas importantes envolvidas na alimentação e locomoção. Apesar de ser uma espécie comum, informações sobre a ecomorfologia da sardinha de água-doce Triportheus signatus são inexistentes. Este estudo teve como objetivo apresentar algumas características morfológicas e a ecomorfologia de locomoção deste peixe, na divisa entre os municípios de Joca Marques e Luzilândia, estado do Piauí, no rio Parnaíba. No geral, dos 75 espécimes analisados de T. signatus, a maior frequência de massa foi no intervalo de 14,22-17,44 g (21,3%) e o comprimento padrão mais frequente foi observado no intervalo de classe 99,61-104,85 mm (21,3%). Em relação à ecomorfologia, 25,33% dos indivíduos apresentaram um índice de compressão no intervalo de classe 2,67-2,81 mm, ao passo que 32% apresentaram uma relação de aspecto da nadadeira peitoral no intervalo de classe 185,54-212,84 mm2. Em comparação com outras espécies do gênero Triportheus, nota-se a conservação de características morfológicas e ecomorfológicas em toda a família Triportheidae, onde as espécies geralmente são lateralmente comprimidas e com alta relação de aspecto da nadadeira peitoral. Isto indica que T. signatus é característica de ambientes de correntezas mais lentas e são capazes de percorrer grandes distâncias. Esse potencial de dispersão pode explicar a sua ampla distribuição nas drenagens costeiras da região Nordeste, sendo encontrada nas bacias do Mearim e Turiaçu (estado do Maranhão), Parnaíba (estado do Piauí), Jaguaribe (estado do Ceará) e Paraíba (estado da Paraíba).
Description: ABSTRACT Ecomorphology is the study of the relationships between the morphology and the ecological performance of the species, starting from the premise that such relations result from the pressures exerted by the environment in which the organism lives. In fish, ecomorphological studies are abundant and, for the most part, have confirmed the influence of the environment on important morphological characteristics involved in feeding and locomotion. Despite being a common species, information on the ecomorphology of freshwater sardine Triportheus signatus is non-existent. This study aims to present some morphological characteristics and the ecomorphology of locomotion of the T. signatus, in the border between the municipalities of Joca Marques and Luzilândia, state of Piauí, in the river Parnaíba. Overall, of the 75 specimens analyzed for T. signatus, the highest mass frequency was in the range of 14.22-17.44 g (21.3%) and the most frequent standard length was observed in the range of class 99,61 -104.85 mm (21.3%). Regarding the ecomorphology, 25.33% of the individuals presented a compression index in the range of class 2.67 - 2.81 mm, whereas 32% had an aspect ratio of the pectoral fin in the interval of class 185,54 - 212.84 mm2. Compared with other species of the genus Triportheus, it is possible to observe the conservation of morphological and ecomorphological characteristics throughout the Triportheidae family, where the species are generally laterally compressed and with a high aspect ratio of the pectoral fin. This indicates that T. signatus is characteristic of slower current environments and are able to travel great distances. This dispersal potential can explain its wide distribution in the coastal drains of the Northeast region, being found in the Mearim and Turiaçu basins (Maranhão state), Parnaíba (Piauí state), Jaguaribe (Ceará state) and Paraíba state).
URI: http://hdl.handle.net/123456789/3175
Appears in Collections:TCC de Graduação em Ciências Naturais/Química do Campus de São Bernardo.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DIONES-OLIVEIRA.pdfTrabalho de Conclusão de Curso524,97 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.