Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/3909
Title: Escolha do Curso: concepções de alunos de Psicologia, ex-participantes da orientação profissional
Other Titles: Course Choice: Psychology students' conceptions, former vocational guidance participants
Authors: PAIVA, Tarciany Santos
Keywords: Escolha profissional
Orientação profissional
Psicologia
Psicologia escolar e educacional
Vocational choice
Vocational guidance
Psychology
Scholar psychology
Issue Date: 17-Jul-2019
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: A Escolha Profissional tem sido associada ao ingresso no Ensino Superior. Programas de acesso às Instituições de Ensino Superior (IES) contribuem para assegurar a permanência nessas IES, contudo, há muitas desistências e trocas de cursos, por vezes, relacionadas à não identificação. Essa situação resulta em desperdícios econômicos, sociais, educacionais e outros. O objetivo deste estudo foi analisar as concepções de alunos de Psicologia, ex-participantes da Orientação Profissional (OP), sobre a sua escolha de curso. Realizou-se uma pesquisa de campo de caráter predominantemente qualitativo, em São Luís–MA. A amostra foi composta por cinco alunos, do 2º ao 10º período, de ambos os sexos e faixa etária entre 19 e 24 anos. Utilizou-se como instrumentos: um Questionário socioeconômico e um Roteiro de entrevista. Nortearam os procedimentos éticos: A Resolução nº 510/2016 do Conselho Nacional de Saúde/Comissão Nacional de Ética e Pesquisa e o Código de Ética do Psicólogo. A análise dos dados foi realizada à luz do método Dialético, obtendo-se duas categorias: Caracterização da OP recebida pelos alunos de Psicologia e Aspectos psicossociais da escolha do Curso. Principais resultados e discussões sobre a OP: A motivação pela busca desse serviço; o oferecimento nos ambientes privados; como mediadora da escolha profissional; e a pluralidade dos meios e instrumentos utilizados nos processos. Principais considerações sobre a OP: condição socioeconômica de quem usufruiu desse serviço; e como alternativa para a diminuição da evasão no Ensino Superior.
Description: ABSTRACT The Vocational choice has been associated with entry into Higher Education. The programs to acess Higher Education Institutions (HEIs) contribute to ensuring the permanence in these HEIs, however, there are many drop-outs and course changes, sometimes related to non-identification. This situation results in economic, social, educational and other waste. The objective of this study was to analyze the conceptions of Psychology students, former participants of the Vocational Guidance (VG), about their choice of course. A qualitative and quantitative field research was carried out in São Luís-MA. The sample consisted of five students, from the 2nd to the 10th period, of both genders and between 19 and 24 years of age. The following instruments were used: a Socioeconomic questionnaire and an Interview script. Ethical procedures was guided by: Resolution No. 510/2016 of the National Health Council / National Commission of Ethics and Research and the Code of Ethics of the Psychologist. The analysis of the data was carried out based on Dialetic method, obtaining two categories: Characterization of the VG received by the students of Psychology and psychosocial aspects of the course choice. Main results and discussions about the VG: the motivation for the search for this service; offering in private environments; as mediator of professional choice; and the plurality of means and instruments used in the proceedings. Main considerations about VG: socioeconomic condition of those who enjoyed this service; and as an alternative for the reduction of dropouts in Higher Education.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/3909
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Psicologia do Campus do Bacanga

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TarcianyPaiva.pdfTrabalho de Conclusão de Curso1,05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.