Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/3964
Title: Criptorquidia bilateral pós-traumática: um relato de caso
Other Titles: Posttraumatic bilateral cryptorchidism: a case report
Authors: SILVA, Samira Soledade
Keywords: Criptorquidia pós-traumática
Luxação testicular
Orquidopexia
Post-traumatic cryptorchidism
Testicular luxation
Orchidopexy
Issue Date: 9-Oct-2019
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: A Criptorquidia é a ausência de pelo menos um testículo na bolsa escrotal, condição frequente na população pediátrica. Raramente ocorre fora da faixa etária prevalente, caracterizando o criptorquidismo adquirido, conhecido como luxação testicular ou testículo ectópico, em decorrência, na maioria das vezes, de um trauma escrotal, por acidentes motociclísticos. OBJETIVO: Relatar o caso de um paciente portador de criptorquidia bilateral pós-traumática, que foi submetido à orquidopexia precoce. MÉTODO: Revisão nas bases de dados e bibliotecas digitais em comparação ao relato de caso. RELATO DE CASO: Homem de 22 anos, vítima de colisão moto-carro, referindo contusão da região pélvica com o guidão da moto. No exame físico: testículos palpáveis ao nível dos anéis inguinais superficiais e características sexuais secundárias presentes. A orquidopexia ocorreu um mês após o trauma. O acesso ao canal inguinal deu-se pela incisão de Davis bilateral, diérese por planos, dissecção do orifício inguinal externo, identificação de elementos do cordão e liberação de testículos ectópicos no canal inguinal bilateral. DISCUSSÃO: O criptorquidismo adquirido, diferente do congênito, permanece como uma anormalidade rara, principalmente a forma bilateral. O paciente em estudo apresentou testículos palpáveis ao nível dos anéis inguinais superficiais, coincidindo com dados da literatura, que indicam este, o local mais comum para o deslocamento testicular, em 40-50% dos casos. A maioria dos casos (80%) é em decorrência de acidente de moto. A correção cirúrgica precoce para o tratamento do testículo ectópico é preconizada devido ao risco de infertilidade e malignização. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Paciente apresentava todas as características dos estágios de maturação sexual compatível com a idade e com o sexo masculino, sendo improvável que se tratasse de um caso de criptorquidia congênita. É importante evitar qualquer atraso no diagnóstico desses pacientes, a fim de evitar complicações, como a perda da função espermatogênica do testículo e a malignização.
Description: ABSTRACT The Cryptorchidism is the absence of at least one testicle in the scrotal sac, a frequent condition in the pediatric population. It rarely occurs outside the prevailing age range, characterizing acquired cryptorchidism, known as testicular luxation or ectopic testicle, most often due to scrotal trauma, due to motorcycle accidents. OBJECTIVE: To report the case of a patient with bilateral post-traumatic cryptorchidism who underwent early orchidopexy. METHOD: Review of databases and digital libraries in comparison to the case report. CASE REPORT: Man a 22-year-old, who was a victim of a motor-car collision, referring to a bruising of the pelvic region with the bike handlebars. On physical examination: palpable testes at the level of the superficial inguinal rings and secondary sexual characteristics present. Orchidopexy occurred one month after the trauma. Access to the inguinal canal was provided by the bilateral Davis incision, diérese by planes, dissection of the external inguinal orifice, identification of cord elements and release of ectopic testes in the bilateral inguinal canal. DISCUSSION: Acquired cryptorchidism, different from the congenital, remains a rare abnormality, mainly bilateral. The patient under study presented palpable testes at the level of the superficial inguinal rings, coinciding with data from the literature, which indicate this, the most common site for testicular displacement, in 40-50% of the cases. Most cases (80%) are due to a motorcycle accident. Early surgical correction for the treatment of the ectopic testis is advocated because of the risk of infertility and malignancy. FINAL CONSIDERATIONS: Patient presented all the characteristics of stages of sexual maturation compatible with age and males, and it was unlikely to be a case of congenital cryptorchidism. It is important to avoid any delays in the diagnosis of these patients in order to avoid complications such as loss of spermatogenic function of the testis and malignancy.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/3964
Appears in Collections:TCCs do Curso de Graduação em Medicina do Campus de Pinheiro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SamiraSilva.pdf1,07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.