Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/3967
Title: O transplante renal como uma proposta de melhoria na vida de crianças e adolescentes em diálise crônica, no Maranhão
Other Titles: Kidney transplantation as a proposal to improve the lives of children and adolescents on chronic dialysis in Maranhão
Authors: CLEMENTINO, Hilda Mariana Costa
Keywords: Doença renal crônica
Transplante renal
Hemodiálise
Qualidade de vida
Criança
Família
Chronic renal disease
Renal transplant
Hemodialysis
Quality of life
Child
Family
Issue Date: 9-May-2019
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: A doença renal crônica (DRC) é um problema de saúde pública no Brasil, devido sua alta incidência e o aumento da prevalência da fase avançada, evoluindo com um mal prognóstico, aumentando a taxa de mortalidade e impactando na qualidade de vida dos pacientes. Caracteriza-se por uma diminuição progressiva e irreversível da função renal, implicando em um comprometimento de outros sistemas do organismo, devido à incapacidade dos rins de manter a homeostase do corpo. Em seu estágio, final, o transplante renal é o tratamento de escolha em todos os pacientes com DRC e este deve ser o primeiro objetivo terapêutico para pacientes pediátricos com essa doença. O número de transplantes renais pediátricos tem apresentado variações a cada ano. Em 2018, foram realizados 326, 2,2% a mais que em 2017. A metodologia utilizada, foi um estudo transversal, cujos dados foram obtidos a partir da entrevista individual dos pacientes pediátricos em diálise crônica e seus familiares, a pesquisa é descritiva e de natureza quantitativa. Foi utilizado o instrumento de coleta, questionário europeu validado no Brasil, "Módulo Genérico DISABKIDS® para crianças e adolescentes brasileiros com condições crônico degenerativas (MGDC-37)". Quando avaliados em relação a sua vida, o estudo observou que a maioria das crianças têm uma óptica positiva sobre seu futuro, sobre como conseguem desfrutar a vida, e que apesar de sua condição 42,8% das crianças não se sentem diferentes em relação as outras crianças saudáveis da mesma faixa etária. Pesquisas avaliaram que a criança renal crônica é consciente das suas limitações, procurando superar os momentos difíceis e tentar viver uma vida bem próxima à de uma criança sadia. O presente estudo procurou mostrar o universo das crianças portadoras de DRC, que estão em terapia por hemodiálise buscando averiguar suas perspectivas de vida em relação ao futuro, e como o transplante pode melhorar sua qualidade de vida.
Description: ABSTRACT Chronic kidney disease (CKD) is a public health problem in Brazil, due to its high incidence and increase in the prevalence of the advanced stage, evolving with a poor prognosis, increasing the mortality rate and impacting the quality of life of the patients. It is characterized by a progressive and irreversible diminution of the renal function, implying in a compromise of other systems of the organism, due to the inability of the kidneys to maintain the homeostasis of the body. In its final stage, renal transplantation is the treatment of choice in all patients with CKD and this should be the first therapeutic goal for pediatric patients with this disease. The number of pediatric renal transplants has varied every year. In 2018, 326, 2.2% more than in 2017 were performed. The methodology used was a cross-sectional study, whose data were obtained from the individual interview of pediatric patients on chronic dialysis and their relatives, the research is descriptive and of a quantitative nature. We used the instrument of collection, European questionnaire validated in Brazil, "Generic DISABKIDS® Module for Brazilian children and adolescents with chronic degenerative conditions (MGDC-37)". When evaluated in relation to their life, the study observed that most children have a positive view about their future, about how they can enjoy life, and that despite their condition 42.8% of children do not feel different about the healthy children of the same age group. Research has evaluated that the chronic renal child is aware of its limitations, trying to overcome the difficult moments and try to live a life very close to that of a healthy child. The present study aimed to show the universe of children with CKD who are undergoing hemodialysis therapy seeking to ascertain their life prospects regarding the future and how the transplantation can improve their quality of life.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/3967
Appears in Collections:TCCs do Curso de Graduação em Medicina do Campus de Pinheiro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HILDA-CLEMENTINO.pdfTrabalho de Conclusão de Curso4,1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.