Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/4234
Title: Assistência pré-natal e acolhimento sob a ótica de gestantes em unidade básica de saúde
Other Titles: Prenatal care and care from the perspective of pregnant women in a basic health unit
Authors: BATISTA, Camila Ramos
Keywords: Enfermagem
Assistência pré-natal
Acolhimento
Nursing
Prenatal care
User embracement
Issue Date: 14-Dec-2018
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: Introdução: A atenção pré-natal (APN) é um conjunto de ações realizadas durante o período gestacional, tem como meta garantir o desenvolvimento fetal, a saúde da mãe e da criança, assegurando o parto e pós-parto saudáveis. A relevância de práticas humanizadas como o acolhimento ganha destaque como importante ferramenta para a construção de prestação de serviços públicos de atenção à saúde de maior qualidade. Objetivo: analisar a percepção das gestantes de baixo risco frente à assistência pré-natal e acolhimento prestado em uma Unidade Básica de Saúde. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem qualitativa. Foi realizada entrevista e a análise de conteúdo segundo a metodologia de Bardin, entre abril a julho de 2018. Os sujeitos do estudo foram 21 gestantes em pré-natal em uma Unidade Básica de Saúde do município de Imperatriz - MA. Resultados: Após análise dos dados emergiram quatro categorias: 1- Pré-natal e sua importância, 2- Qualidade da assistência no pré-natal, 3- A (in)satisfação com o acolhimento recebido 4- Acolhimento e mudanças necessárias. Os resultados expressam que a grande maioria das gestantes se mostram satisfeitas e aprovam o atendimento recebido. Em contrapartida, o acolhimento recebido, foi discorrido de maneira negativa, evidenciando que as gestantes não se encontram acolhidas na Unidade Básica de Saúde. Conclusão: É de extrema importância que os profissionais envolvidos no atendimento proporcionem o apoio necessário à mulher no seu processo gravídico, desde a adesão e continuidade de seu pré-natal, reorganização psíquica quanto ao vínculo com o bebê, nas mudanças corporais e na retomada do planejamento familiar.
Description: ABSTRACT Introduction: Prenatal care (PNA) is a set of actions performed during the gestational period, aiming to ensure fetal development, maternal and child health, ensuring healthy delivery and postpartum. The relevance of humanized practices as the host is highlighted as an important tool for the construction of the provision of public health care services of higher quality. Objective: to analyze the perception of low-risk pregnant women in relation to prenatal care and care provided at a Basic Health Unit. Methodology: This is a descriptive study with a qualitative approach. An interview and content analysis were performed according to Bardin's methodology between April and July 2018. The subjects of the study were 21 pregnant women in prenatal care at a Basic Health Unit (UBS) in the city of Imperatriz-MA. Results: After analyzing the data, four categories emerged: 1 - Prenatal care and its importance, 2 - Prenatal care quality, 3 - (in) satisfaction with the reception received. 4 - Reception and necessary changes. The results express that the great majority of pregnant women are satisfied and approve the care received. On the other hand, the reception received was discoursed in a negative way, evidencing that the pregnant women are not hosted at UBS. Conclusion: It is extremely important that the professionals involved in the care provide the necessary support to the woman in her pregnancy process, from the adhesion and continuance of her prenatal, psychic reorganization regarding the bond with the baby, the changes in the body and the recovery family planning.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/4234
Appears in Collections:TCC de Graduação em Enfermagem do Campus de Imperatriz

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CAMILABATISTA.pdfTrabalho de Conclusão de Curso65,89 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.