Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/4906
Title: Distribuição espacial de doação de órgãos em estados brasileiros
Other Titles: Spatial distribution of organ donation in Brazilian states
Authors: SOUSA, Vitória Viegas de
Keywords: transplante de órgãos;
obtenção de tecidos e órgãos;
distribuição espacial da população;
organ transplantation;
tissue and organ procurement;
spatial distribution of population
Issue Date: 23-Sep-2021
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: RESUMO Introdução: O transplante de órgãos caracteriza-se como uma terapêutica que promove grandes chances de reabilitação a um paciente que pode estar a anos em sofrimento devido a insuficiência de um dos seus órgãos. No Brasil, é notável o aumento de taxas de doações nas últimas décadas, tendo em vista que no início do século 21 o número de doadores não ultrapassava 700, mas apesar desse número crescente, ainda há uma desproporção entre o número de doadores e receptores na que aguardam na fila. Objetivo: Investigar os casos de doação de órgãos sólidos nos Estados Brasileiros nos últimos 5 anos. Método: Trata-se de um estudo ecológico para análise espaço-temporal dos casos de doação de órgãos sólidos nos Estados Brasileiros. População correspondente a 16549 doadores efetivos. A coleta de dados foi realizada nos meses de janeiro e fevereiro de 2021 a partir dos dados publicados no Registro Brasileiro de Transplantes. A distribuição espaço-temporal da taxa de doações de órgãos sólidos teve como unidade de analise os Estados brasileiros e os mapas temáticos foram produzidos no programa QuantumGIS 3.20.2. Resultados: As regiões Sudeste e Sul apresentaram as maiores taxas de doação, a maior frequência de doadores foi do sexo masculino (59,19%) e a faixa etária com maior número de doações foi a de 50 a 64 anos (32.86%). Observou-se que a região Norte do país apresentou as menores taxas de doações efetivas durante os 5 anos do estudo, diferente do Sul e Sudeste, que mantiveram as maiores taxas. Conclusão: Houve um discreto aumento das doações nos últimos anos de forma heterogênea das regiões brasileiras, mas o número de doações ainda é considerado insuficiente para a lista de espera dos transplantes.__ABSTRACT Introduction: Organ transplantation is characterized as a therapy that promotes great chances of rehabilitation for a patient who may have been suffering for years due to the insufficiency of one of his organs. In Brazil, the increase in donation rates in recent decades is remarkable, considering that at the beginning of the 21st century the number of donors did not exceed 700, but despite this growing number, there is still a disproportion between the number of donors and recipients in the waiting in line. Objective: To investigate solid organ donation cases in Brazilian States in the last 5 years. Method: This is an ecological study for spatiotemporal analysis of solid organ donation cases in Brazilian States. Population corresponding to 16549 effective donors. Data collection was carried out in January and February 2021 from data published in the Brazilian Registry of Transplants. The spatial-temporal distribution of the solid organ donation rate had as unit of analysis the Brazilian States and the thematic maps were produced in the QuantumGIS 3.20.2 program. Results: The Southeast and South regions had the highest donation rates, the highest frequency of donors was male (59.19%) and the age group with the highest number of donations was from 50 to 64 years old (32.86%). It was observed that the North region of the country had the lowest rates of effective donations during the 5 years of the study, unlike the South and Southeast, which maintained the highest rates. Conclusion: There has been a slight increase in donations in recent years, heterogeneously across Brazilian regions, but the number of donations is still considered insufficient for the waiting list for transplants.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/4906
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Enfermagem do Campus do Bacanga

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VitoriaViegas.pdfTrabalho de Conclusão de Curso1,33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.