Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/5198
Title: Análise espaço-temporal da dinâmica do espelho d’água na bacia hidrográfica do Rio Mearim, Maranhão - Brasil
Other Titles: Spatio-temporal analysis of the water mirror dynamics in the Mearim River basin, Maranhão - Brazil
Authors: SOUSA, Raul Fortes
Keywords: geoprocessamento;
mudanças climáticas;
recursos hídricos;
geoprocessing;
climate changes;
water resources
Issue Date: 31-May-2021
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: RESUMO Os recursos hídricos superficiais são fundamentais para a existência e manutenção da vida, no entanto, os efeitos das mudanças climáticas e antropização tem provocado alterações na dinâmica de ocorrência desses mananciais em bacias hidrográficas. O presente estudo visa analisar a dinâmica espaço-temporal do espelho d’água que recobre a Bacia Hidrográfica do Rio Mearim, Maranhão, Brasil, por meio do sensoriamento remoto entre os anos de 1985 a 2020. Para o desenvolvimento do presente trabalho foram obtidos dados de imagens da coleção 1.0 do projeto Mapbiomas Águas referentes a cobertura anual de água para a Bacia Hidrográfica do Rio Mearim. Posteriormente, esses dados foram trabalhos no software QGIS para a geração dos layouts dos mapas e realce do espelho d’água. Os dados da análise quantitativa para cada ano, foram manipulados no programa Excel® a fim de refiná-los para serem expressos em gráficos e tabelas. Para realização da análise climatológica foram utilizados dados de precipitação e temperatura para uma serie de 36 anos disponibilizados na plataforma do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) avaliando dados de três municípios situados na área da bacia para representar as condições climatológicas da mesma, em seguida esses dados foram submetidos a planilhas no formato Excel® para gerar os resultados do balanço hídrico climatológico. A área ocupada pelo espelho d’água na Bacia Hidrográfica do Rio Mearim retraiu cerca de 1.587,93 hectares. Os municípios de Bacabal, Barra do Corda e Zé Doca apresentam duas estações ao longo do ano, uma chuvosa, que está compreendida entre os meses de janeiro a maio, e outra seca, que engloba os meses de junho a dezembro. A estação chuvosa normalmente favorece o abastecimento hídrico das reservas superficiais, já a seca implica na redução/desaparecimento dos espelhos d’água. Por isso, é de suma importância o monitoramento dos espelhos d’água para oferecer aos órgãos de gestão pública o gerenciamento adequado dos recursos hídricos superficiais.___ABSTRACT The surface water resources are fundamental for the existence and maintenance of life, however, the effects of climate change and anthropization have caused changes in the dynamics of occurrence of these springs in hydrographic basins. The present study aims to analyze the space-time dynamics of the water mirror that covers the Mearim River Basin, Maranhão, Brazil, through remote sensing between the years 1985 to 2020. For the development of this work, data were obtained of images from the 1.0 collection of the Mapbiomas Águas project referring to annual water coverage for the Mearim River Basin. Subsequently, these data were worked on in the QGIS software for the generation of map layouts and water mirror enhancement. The quantitative analysis data for each year were manipulated in the Excel® program in order to refine them to be expressed in graphs and tables. To perform the climatological analysis, precipitation and temperature data were used for a series of 36 years made available on the platform of the National Institute of Meteorology (INMET) evaluating data from three municipalities located in the basin area to represent the climatological conditions of the same, then these data were submitted to spreadsheets in Excel® format to generate the results of the climatological water balance. The area occupied by the water mirror in the Mearim River Basin retracted about 1,587.93 hectares. The municipalities of Bacabal, Barra do Corda and Zé Doca have two seasons throughout the year, a rainy season, which runs from January to May, and a dry season, from June to December. The rainy season normally favors the water supply of surface reserves, while the dry season implies the reduction/disappearance of water bodies. Therefore, it is extremely important to monitor water bodies to offer public management bodies the proper management of surface water resources.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/5198
Appears in Collections:TCC de Graduação em Engenharia Agrícola do Campus de Chapadinha

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RAULFORTESSOUSA.pdfTrabalho de Conclusão de Curso3,04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.