Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/5224
Title: A correlação entre prevalência de astenopia e leitura em livros físicos e digitais: um estudo comparativo
Authors: TEIXEIRA, Rodolfo de Castro
Keywords: astenopia;
função visual;
prevalência;
livro digital;
livro impresso;
asthenopia;
visual function;
prevalence;
digital book;
printed book.
Issue Date: 10-Dec-2020
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: RESUMO Objetivo: Analisar a prevalência de sintomas de astenopia em universitários, e correlacionar com a frequência de atividades de leitura em livros físicos e digitais, identificando os possíveis fatores de risco associados. Metodologia: Trata-se um estudo comparativo observacional, de caráter transversal, a partir de dados quantitativos de pesquisa realizada no ano de 2020, na Universidade Federal do Maranhão, campus Imperatriz-MA. Através de aplicação de questionário. Resultados: Foi obtida 286 respostas do questionário, mostrando uma alta prevalência de queixas de astenopia nos universitários. Houve diferença significativa entre os gêneros, sendo de maior frequência no sexo feminino, entretanto não foi encontrada associação com idade e curso de origem. Conclusão: Este trabalho identificou uma associação positiva de sintomas de astenopia nos universitários e frequência de erros refrativos, uso de óculos e lentes de correção e o gênero feminino. Os estudantes que apresentavam alta frequência de leitura digital queixaram-se mais de fadiga visual, entretanto, não encontramos associação desses sintomas com atividade de leitura em papel impresso.
Description: ABSTRACT Objective: To analyze the prevalence of asthenopia symptoms in university students, and to correlate with the frequency of reading activities in physical and digital books, identifying the possible associated risk factors. Methodology: This is an observational, cross-sectional comparative study, based on quantitative data from research carried out in 2020, at the Federal University of Maranhão, Imperatriz-MA campus. Through the application of a questionnaire. Results: A total of 286 questionnaire responses were obtained, showing a high prevalence of asthenopia complaints among university students. There was a significant difference between genders, being more frequent in females, however, no association was found with age and course of origin. Conclusion: This study identified a positive association of asthenopia symptoms in university students and frequency of refractive errors, use of corrective glasses and lenses and female gender. Students who had a high frequency of digital reading complained more of visual fatigue, however, we found no association of these symptoms with reading activity on printed paper.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/5224
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Medicina do Campus de Imperatiz

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RODOLFODECASTROTEIXEIRA.pdfTrabalho de Conclusão de Curso629,46 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.