Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/5446
Title: SEMEADURA E COMPONENTES AGRONÔMICOS DO MILHO, EM FUNÇÃO DA VELOCIDADE DO CONJUNTO SEMEADORA-ADUBADORA
Other Titles: SEEDING AND AGRONOMIC COMPONENTS OF CORN, IN SPEED FUNCTION OF THE SEEDER-FERTILIZER SET
Authors: SILVA, Eduardo Arouche da
Keywords: Distribuição longitudinal;
indicadores econômicos;
profundidade;
Zea mays
Longitudinal distribution;
economic indicators;
depth;
Zea mays
Issue Date: 29-Nov-2019
Publisher: UFMA
Abstract: A qualidade de semeadura está relacionada a fatores edafoclimáticos e operacionais. O erro na distribuição, deposição e profundidade das sementes podem ser influenciados pela velocidade de semeadura do milho e ocasionar efeitos negativos sobre o rendimento da cultura. Embora bem consolidadas em diferentes fronteiras agrícolas de grãos, no Brasil, estas recomendações permanecem escassas no leste maranhense. Objetivou-se avaliar a qualidade de semeadura, crescimento, produtividade e indicadores econômicos do milho, sob diferentes velocidades de semeadura, em lavoura comercial situada na mesorregião Leste Maranhense. Adotou-se o delineamento em faixas, com três tratamentos, sendo as velocidades de semeadura (4,0; 6,0 e 8,0 km h -1) e nove repetições, perfazendo o total de 27 unidades. Avaliou-se a profundidade de deposição de sementes, a distribuição longitudinal, o desenvolvimento da cultura aos 10, 15, 30 e 40 dias após a semeadura (DAS), rendimentos produtivos e indicadores econômicos. O aumento da velocidade do conjunto adubadora-semeadora, na operação de semeadura do milho na velocidade de 8,0 km h-1, causou aumento de espaçamentos falhos e duplos, redução de espaçamentos normais e da profundidade de disposição da semente, com fortes impactos negativos sobre o crescimento e rendimento produtivo da cultura. A maior produtividade foi alcançada na velocidade de 6,0 km h-1 tornando-o mais eficiente em termos econômicos. Portanto, recomenda-se a velocidade de 6,0 km h-1, para a semeadura do milho, nas condições edafoclimáticas do Leste Maranhense.
Description: Sowing quality is related to edaphoclimatic and operational factors. The error in seed distribution, deposition and depth can be influenced by the maize sowing speed and cause negative effects on corn yield. culture. Although well consolidated in different grain agricultural frontiers, in Brazil, these recommendations remain scarce in eastern Maranhão. The objective was to evaluate the sowing quality, growth, productivity and economic indicators of corn, under different sowing speeds, in a commercial crop located in the mesoregion East Maranhão. A strip design was adopted, with three treatments, with the sowing speeds (4.0; 6.0 and 8.0 km h -1) and nine repetitions, making a total of 27 units. The depth of seed deposition, the distribution longitudinally, the development of the culture at 10, 15, 30 and 40 days after sowing (DAS), productive income and economic indicators. The increase in speed of fertilizer-seeder set, in the corn sowing operation at a speed of 8.0 km h-1, caused an increase in faulty and double spacings, a reduction in normal and the depth of seed disposal, with strong negative impacts on the growth and productive yield of the culture. The highest productivity was achieved at the speed of 6.0 km h-1 making it more efficient in economic terms. Therefore, a speed of 6.0 km h-1 is recommended for sowing corn in the edaphoclimatic conditions in eastern Maranhão.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/5446
Appears in Collections:TCC de Graduação em Engenharia Agrícola do Campus de Chapadinha

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Eduardo Arouche da Silva.pdfTCC de Graduação14,63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.