Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/5824
Title: PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DA MORTALIDADE POR SUICÍDIO NO MARANHÃO
Other Titles: EPIDEMIOLOGICAL PROFILE OF MORTALITY BY SUICIDE IN MARANHÃO
Authors: VIANA, Edson Dorneles Miranda
Keywords: Suicídio;
Mortalidade;
Epidemiologia
Suicide;
Mortality;
Epidemiology
Issue Date: 11-Jun-2021
Publisher: UFMA
Abstract: O objetivo deste estudo foi caracterizar o perfil epidemiológico das vítimas de suicídio no Maranhão, no período de 2009 a 2019. Os dados foram obtidos a partir do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (SIM/ DATASUS), e analisados segundo variáveis como sexo, faixa etária, cor, estado civil, escolaridade e método utilizado. A tabulação dos dados foi realizada no software Microsoft Excel 2019, e após a análise em termos de frequências simples absolutas e relativas, as informações foram apresentadas em gráficos e em tabelas. Os resultados evidenciaram que a mortalidade por suicídio no estado predominou nos indivíduos do sexo masculino, de cor parda, e estado civil solteiro. Em números absolutos, a maioria dos casos ocorreu na faixa etária de 20 a 39 anos (49,5%), porém os idosos foram o grupo de vítimas que apresentaram proporcionalmente, em relação à população, a maior frequência de óbitos por suicídio (5,8/ 100 mil habitantes). O enforcamento foi o método mais utilizado (67,2%) para a consolidação do autoextermínio, e o domicílio o local de ocorrência predominante (65,1%). O conhecimento do perfil epidemiológico regional sobre os casos de suicídio se constitui uma ferramenta imprescindível para subsidiar o desenvolvimento de políticas públicas preventivas efetivas. Por meio dos dados apresentados, este estudo amplia o conhecimento sobre as principais caraterísticas sociodemográficas no Maranhão da mortalidade decorrente desse crescente problema de saúde pública.
Description: The aim of this study was to characterize the epidemiological profile of suicide victims in Maranhão, from 2009 to 2019. Data were obtained from the System of Information on Mortality of the Department of Informatics of the Unified System de Saúde (SIM/DATASUS), and analyzed according to variables such as sex, age group, color, marital status, education and method used. Data tabulation was performed in Microsoft Excel 2019 software, and after analysis in terms of simple frequencies absolute and relative, the information was presented in graphs and tables. The results showed that mortality by suicide in the state predominated in male individuals, of brown color, and single marital status. in numbers absolute, most cases occurred in the age group of 20 to 39 years (49.5%), however the elderly were the group of victims who presented proportionally, in relation to the population, the highest frequency of deaths by suicide (5.8/100,000 inhabitants). O hanging was the most used method (67.2%) for the consolidation of the self-extermination, and the home was the predominant place of occurrence (65.1%). O knowledge of the regional epidemiological profile of suicide cases constitutes an essential tool to support the development of public policies effective preventives. Through the data presented, this study expands the knowledge about the main sociodemographic characteristics in Maranhão da mortality resulting from this growing public health problem.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/5824
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Medicina do Campus de Imperatiz

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EDSON DORNELES MIRANDAvec.pdfTCC de Graduação9,05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.