Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/6050
Title: As fake news nas mídias sociais: o entendimento acerca do compartilhamento de informações pelos discentes do curso de Biblioteconomia da UFMA
Other Titles: The fake news in the social media: the understanding about the sharing of information by students of the Librarianship course at UFMA
Authors: SANTOS, Viviane de Andrade
Keywords: fake news;
fontes de informações;
mídias sociais;
bibliotecário;
Biblioteconomia da UFMA;
Ciência da Informação.
fake news;
information sharing;
social media;
librarian;
UFMA ́s Librarianship;
Information Science.
Issue Date: 5-Dec-2022
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: RESUMO Estudo sobre as fake news e o compartilhamento de informações nas mídias sociais de comunicação na perspectiva dos discentes do curso de Biblioteconomia da UFMA e seu entendimento quanto a problemática. Apresenta-se um breve histórico sobre as fake news, as mídias sociais e suas evoluções, assim como a associação entre ambos os assuntos abordados, com perspectiva nas fontes de informação e suas conceituações. Verificou-se como as autoridades se posicionam no tocante à legislação que ainda se encontra em tramitação, da qual criminaliza as publicações e compartilhamentos com viés mentirosos. Utilizou-se como metodologia primeiramente a pesquisa bibliográfica, com intuito em fundamentar a base teórica da pesquisa, a partir da contribuição de autores que discorrem sobre a temática, incluindo a exemplo de Freire e Goldschmidt (2021), Han (2018), Michalki e Paula (2019), Neves (2019) e Neves e Lima (2021), além do aprofundamento em matérias e veículos de comunicação, como os sites das agências de fact-checking Aos Fatos, Comprova, E-Farsas e Lupa, e o PL 2350/2020 que institui a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet. E posteriormente, a pesquisa de campo, como instrumento de coleta, aplicou-se o questionário online aos alunos do curso de Biblioteconomia por meio do e-mail institucional e grupo geral do curso no WhatsApp. A análise foi realizada com base nos dados coletados, onde buscou-se verificar como os discentes do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Maranhão compreendem em relação aos malefícios das fake news nas mídias sociais, das quais utilizam para compartilhar conteúdo e se manterem atualizados, assim como as estratégias e formas para inibir a desinformação no ambiente digital, e no tocante a contribuição do bibliotecário nesse contexto. Dentre os resultados encontrados, concluiu-se que a grande maioria dos discentes respondentes possuem entendimento sobre o assunto em questão, assim como dos meios de checagem em relação à confiabilidade da informação. Constatou-se ainda como sendo fundamental a orientação quanto aos recursos que possibilitem na autonomia da checagem de conteúdos; uma legislação que penalize a fabricação, disseminação, ou quaisquer que sejam os meios para divulgação de fake news; como a formação ao pensamento crítico acerca da informação segura, por meio de discussões e campanhas de incentivo dentro e fora da comunidade acadêmica, a fim de proporcionar maiores conhecimentos sobre o assunto abordado.
Description: ABSTRACT An study about the fake news and information sharing on the communication social medias in the perspective of the students from the UFMA ́s Librarianship course and their understanding about the problematic. Presented here is a brief history about the fake news, the social media and it ́s evolution, as well as the association between both addressed subjects, with a perspective on the information sources and their concepts. It was verified how the authorities stand regarding legislation wich is still in approval proccess, wich criminalizes the publication and sharing of lying content. Used as methodology was firstly the bibliographic research, with aim on substantiate the research ́s theoric basis from the contributions of authors wich debate the theme, including Freire and Goldschmidt (2021), Han (2018), Michalki and Paula (2019), Neves (2019) and Neves and Lima (2021) as examples, as well as the deepening in articles and communications vehicles, such as the websites from the fact-checking agencies Aos Fatos, Comprova, E-Farsas and Lupa, as well as the PL 2350/2020 wich stablishes the Brazilian Law of Liberty, Responsibility and Transparency on the Internet. Posteriorly, the field research as data gathering instrument, an online questionnaire was applied to the students from the Librarianship ́s course using the institutional e-mail and the course ́s general group on WhatsApp. The analysis was done based on the data collected, where was sought to verifiy how the students from the Maranhão Federal University Librarianship ́s course comprehend about the harm of fake news on social media, wich they utilize to share content and keep themselves updated, as well as the strategies and ways to inhibit misinformation on digital environment, and the librarian ́s contribution on that context. Among the find results, was concluded that the vast majority of answerers have understanding about the subject in question, as well as the checking methods in relation to information confiability. It was also found as being fundamental the orientation about the resources wich enable autonomy on contente checking; a legislation wich penalizes the creation, sharing or any means of fake news distribution; such as the formation of critical thinking about secure information through discussions and incentive campaigns in and outside the academic community, in order to provide best knowledge about the quoted subject.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/6050
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Biblioteconomia do Campus do Bacanga

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VIVIANEDEANDRADESANTOS.pdfTrabalho de Conclusão de Curso1,88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.