Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/6143
Title: Samambaias e licófitas de áreas de proteção no Cerrado, do Leste Maranhense, Nordeste, Brasil
Other Titles: Ferns and lycophytes from protected areas in the Cerrado of eastern Maranhão, northeastern Brazil
Authors: MENDONÇA, Niksoney Azevedo
Keywords: Cerrado;
flora;
inventário;
plantas vasculares;
taxonomia.
Cerrado;
flora;
inventory;
taxonomy;
vascular plants
Issue Date: 21-Dec-2022
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: RESUMO O estudo realizou o levantamento das espécies de samambaias e licófitas de áreas de proteção do Cerrado, do leste maranhense, Nordeste, Brasil. Foram conduzidas cinco expedições de coletas entre dezembro de 2021 a fevereiro, abril, junho e agosto de 2022, utilizando o método de caminhamento. Além disso, foi examinado material depositado no herbário CCAA. Neste estudo registramos vinte e três espécies, sendo vinte de samambaias, distribuídas em quatorze gêneros, e dez famílias; e três espécies de licófitas distribuídas em dois gêneros e duas famílias. As famílias mais representativas foram Pteridaceae com seis espécies, Thelypteridaceae com quatro espécies e Selaginellaceae, Nephrolepidaceae e Lygodiaceae com duas espécies, cada. O maior número de espécies foi registrado em formações de matas de galeria. Entretanto, essas áreas apresentaram algum grau de antropização (queimada, desmatamento, ou criação de animais), sendo limitante para uma maior diversidade de espécies de samambaias e licófitas.
Description: ABSTRACT The study conducted a survey of fern and lycophyte species in Cerrado protection areas of eastern Maranhão, Northeast, Brazil. Five collecting expeditions were conducted from December 2021 to February, April, June and August 2022, using the walking method. In addition, material deposited in the CCAA herbarium was examined. In this study we recorded twenty-three species, twenty of ferns, distributed in fourteen genera, and ten families; and three species of lycophytes distributed in two genera and two families. The most representative families were Pteridaceae with six species, Thelypteridaceae with four species and Selaginellaceae, Nephrolepidaceae and Lygodiaceae with two species each. The highest number of species was recorded in gallery forest formations. However, these areas presented some degree of anthropization (burning, deforestation, or animal breeding), limiting a greater diversity of species of ferns and lycophytes.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/6143
Appears in Collections:TCC de Graduação em Ciências Biológicas do Campus de Chapadinha

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NIKSONEYAZEVEDOMENDONÇA.pdfTrabalho de Conclusão de Curso299,05 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.