Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/6543
Title: Ser Mulher, mãe e esposa: os discursos sobre o feminino no Tribunal Episcopal do Maranhão Colonial
Other Titles: Being Woman, Mother and Wife: Discourses on the feminine in the Episcopal Court of Colonial Maranhão
Authors: SOUZA, Yanka Karinna Viana de
Keywords: Clero;
gênero;
costumes;
mulher;
igreja.
Clergy;
gender;
customs;
women;
church.
Issue Date: 4-Feb-2022
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: RESUMO O objetivo dessa pesquisa é debater sobre gênero e costumes através de registros eclesiásticos e pesquisas bibliográficas. É possível analisar através do acervo do Juízo Eclesiástico do Bispado do Maranhão que o discurso sobre ser mulher na sociedade colonial do Maranhão também foi influenciado pela atuação do clero e pela política do disciplinamento de comportamentos implementados pela Igreja Católica. Este estudo se centraliza em processos em que mulheres estavam inseridas e eram protagonistas. Problematizar-se-á as causas dos processos, principalmente quem eram essas mulheres, os supostos crimes cometidos e penas aplicadas a elas. Dessa forma, a análise se refere ao discurso que a Igreja construiu sobre feminino, denominando seu lugar na sociedade, com o papel de mãe, esposa e guardiã dos valores tridentinos, ajudando a manter o poder eclesiástico dentro da colônia maranhense e tentando perpetuar o controle social e moral sobre o corpo da mulher.
Description: RESUMO O objetivo dessa pesquisa é debater sobre gênero e costumes através de registros eclesiásticos e pesquisas bibliográficas. É possível analisar através do acervo do Juízo Eclesiástico do Bispado do Maranhão que o discurso sobre ser mulher na sociedade colonial do Maranhão também foi influenciado pela atuação do clero e pela política do disciplinamento de comportamentos implementados pela Igreja Católica. Este estudo se centraliza em processos em que mulheres estavam inseridas e eram protagonistas. Problematizar-se-á as causas dos processos, principalmente quem eram essas mulheres, os supostos crimes cometidos e penas aplicadas a elas. Dessa forma, a análise se refere ao discurso que a Igreja construiu sobre feminino, denominando seu lugar na sociedade, com o papel de mãe, esposa e guardiã dos valores tridentinos, ajudando a manter o poder eclesiástico dentro da colônia maranhense e tentando perpetuar o controle social e moral sobre o corpo da mulher.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/6543
Appears in Collections:TCCs de Licenciatura Interdisciplinar em Estudos Africanos e Afro-Brasileiros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
YANKAKARINNAVIANADESOUZA.pdfTrabalho de Conclusão de Curso476,07 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.