Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/6564
Title: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA: DA CIVILIZAÇÃO PRIMITIVA A CULTURA FÍSICA FEMININA NO PERÍODO REPUBLICANO
Other Titles: HISTORY OF PHYSICAL EDUCATION: FROM EARLY CIVILIZATION TO FEMALE PHYSICAL CULTURE IN THE REPUBLICAN PERIOD
Authors: BRITO, Elina Paula Cardoso
Keywords: Educação Física;
Mulher;
Período Republicano;
Brasil
Physical Education;
Woman;
Republican period;
Brazil
Issue Date: 10-Jun-2019
Publisher: UFMA
Abstract: A Educação Física no Brasil perpassa por todo um processo histórico que a faz se constitui numa disciplina obrigatória no currículo escolar. Desde a colonização, a predominância da educação física já acenava para o avanço do ensino da Educação Física nas escolas. Este artigo objetiva mostrar o processo histórico da Educação Física no Brasil, desde a civilização primitiva até os dias atuais, enfocando a cultura física feminina no período republicano. A pesquisa fundamenta-se na revisão bibliográfica para leitura e construção de fichamento de textos para a construção das bases argumentativas do referido tema. Mostra-se que a Educação Física no Brasil ganha impulso no Brasil Império com a elaboração da Constituição e com os pareceres de rui Barbosa que defendia a Ginástica nos programas escolares. Enfatiza que no Período republicano, a Educação Física esteve pressa ao regime militar, sofrendo influência dos métodos gímnicos das escolas alemãs, suecas e francesas, que deram a esta disciplina os caracteres dos movimentos eugênicos, higienistas e militaristas. Argumentando sobre o Brasil contemporâneo, a pesquisa enfatiza que, neste período, a Educação Física sofreu influência do esportivismo como elemento fundamental nos eventos escolares, tendo a obrigatoriedade do ensino desta disciplina através do Decreto nº 705/69 que favorecia o militarismo. O estudo também coloca que nos anos 80 a Educação Física sofreu inúmeras modificações, deixando de ser atrelada aos métodos tradicionais de ensino, bem como o mecanicista e o esportista, ganhando novas concepções, tendências e práticas. Por fim, a pesquisa destaca a cultura física feminina na república, argumentando sobre o seu processo de inserção no ensino da Educação Física, superando as questões de gênero para ocupar o mesmo espaço que os homens na regência desta área de conhecimento.
Description: Physical Education in Brazil runs through a historical process that makes it an obligatory discipline in the school curriculum. Since colonization, the predominance of Physical Education has already beckoned for the advancement of physical education teaching in schools. This article aims to show the historical process of Physical Education in Brazil, from the primitive civilization to the present day, focusing on feminine physical culture in the republican period. The research is based on the bibliographic review for reading and construction of text files for the construction of the argumentative bases of said theme. It is shown that physical education in Brazil gains momentum in Brazil Empire with the elaboration of the Constitution and with the opinions of Rui Barbosa who defended Gymnastics in the school programs. It emphasizes that in the Republican Period, Physical Education was in a hurry to the military regime, under the influence of the gymnastic methods of the German, Swedish and French schools, that gave to this discipline the characteristics of the eugenic, hygienist and militaristic movements. Arguing about contemporary Brazil, the research emphasizes that, in this period, Physical Education was influenced by sportivism as a fundamental element in school events, with the compulsory teaching of this discipline through Decree nº that favored militarism. The study also states that in the 1980s Physical Education has undergone numerous modifications, no longer being linked to traditional teaching methods, as well as the mechanist and sportsman, gaining new conceptions, trends and practices. Finally, the research highlights the feminine physical culture in the republic, arguing about its process of insertion in the teaching of Physical Education, overcoming gender issues to occupy the same space as men in the regency of this area of knowledge.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/6564
Appears in Collections:TCCs do Curso de Graduação em Educação Física do Campus de Pinheiro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ELINA_PAULA_CARDOSO_BRITO.pdfTCC de Graduação1,06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.