Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/7168
Title: Correlação entre a qualidade de vida e o climatério nas mulheres no interior do Maranhão: metanálise
Other Titles: Correlation between quality of life and menopause in women in the interior of Maranhão: meta-analysis
Authors: SILVA, Carlos Sandro Nunes da
Keywords: sexualidade;
climatério;
saúde da mulher;
qualidade de vida;
sexuality;
climactec;
women's health;
quality of life.
Issue Date: 12-Nov-2021
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: RESUMO: Objetivo: Correlacionar a qualidade de vida com a fase do climatério nas mulheres no interior do maranhão. Método: Trata-se de um estudo seccional, transversal que foi realizado no Centro de Especialidades Médicas de Imperatriz no interior do Maranhão. Os dados foram coletados por meio de análise da aplicação de questionários para as mulheres que frequentaram a unidade de saúde durante o mês de Junho de 2021. Após a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, foi utilizado um formulário com dados sócio demográficos para caracterização da usuária. Para a avaliação da qualidade de vida utilizou-se o Medical Outcomes Study 36-item Short-Form Health Survey (SF-36) e para a avaliação dos sintomas mais prevalentes no climatério, foi usado Escala de Avaliação da Menopausa. Resultados: A maior parte do público entrevistado estava na faixa etária entre 40-49 anos. Ademais, o melhor score na avaliação da qualidade de vida foi no domínio da limitação por aspectos físicos. No domínio da sexualidade, evidenciou-se a manifestação da redução da libido de forma Intensa. Observou-se, ainda, uma relação entre a insônia e o domínio da capacidade funcional. Evidenciou-se que as mulheres de 40-49 anos demonstraram pior escore no domínio estado geral de saúde, quando comparadas às mulheres da faixa etária de 50-59 anos, podendo ser explicado pelas oscilações hormonais nas mulheres mais jovens. Conclusão: O presente estudo demonstrou que o climatério é uma fase que apresenta sintomas bem definidos que impactam na qualidade de vida das mulheres influenciando diretamente os aspectos físicos e emocionais.__ABSTRACT Objective: To correlate the quality of life with the climacteric phase in women in the interior of Maranhão. Method: This is a sectional, cross-sectional study that was carried out at the Center for Medical Specialties of Imperatriz in the interior of Maranhão. Data were collected through analysis of the application of questionnaires to women who attended the health unit during the month of June 2021. After signing the Informed Consent Form, a form with socio-demographic data was used for characterization of the user. For the assessment of quality of life, the Medical Outcomes Study 36-item Short-Form Health Survey (SF-36) was used and for the assessment of the most prevalent symptoms during menopause, the Menopause Assessment Scale was used. Results: Most of the interviewed public was aged between 40-49 years. Furthermore, the best score in the assessment of quality of life was in the domain of limitation due to physical aspects. In the field of sexuality, there was evidence of the Intense reduction of libido. There was also a relationship between insomnia and the domain of functional capacity. It was evident that women aged 40-49 years showed worse scores in the general health domain when compared to women aged 50-59 years, which can be explained by hormonal fluctuations in younger women. Conclusion: The present study demonstrated that the climacteric is a phase that presents well-defined symptoms that impact the quality of life of women, directly influencing the physical and emotional aspects.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/7168
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Medicina do Campus de Imperatiz

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CarlosSandro.pdfTrabalho de Conclusão de Curso3,02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.