Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/1477
Title: A FILOSOFIA DO MARQUÊS DE SADE: Natureza, vícios, virtudes e a negação da moral cristã.
Other Titles: THE PHILOSOPHY OF MARQUES DE SADE: Nature, vices, virtues, and the denial of Christian morality.
Authors: PINHEIRO, Rafael de Sousa
Keywords: Sade;
Natureza;
Virtudes;
Negação da moral cristã;
Sade;
Nature;
Virtues;
Denial of Christian morality
Issue Date: 7-Jan-2014
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
Abstract: Abordagem sobre o pensamento filosófico do Marquês de Sade. Parte-se, em um primeiro momento, da obra Desejo e Prazer na Idade Moderna de Luiz Roberto Monzani, com o intuito de compreender o “solo filosófico” a partir do qual se fundamenta e desenvolve a filosofia de Sade. Com isso, chega -se à uma discussão acerca dos fundamentos da vida passional que tem como seu principal precursor, Thomas Hobbes. As considerações sobre a filosofia deste autor permitiram identificar a maneira pela qual Sade liga -se à tradição, sobretudo nas concepções acerca da condição de guerra, a antropologia do desejo, bem como a relativização do bem e do mal. Feito este caminho, buscou-se analisar elementos específicos da filosofia de Sade, tendo como base seu romance filosófico A filosofia na Alcova, a saber, seu conceito de natureza, causa originante e reguladora do universo, suas concepções acerca das virtudes e dos vícios, além da operação realizada em sua obra, através de um estilo singular de escrita, da negação da moral cristã.
Description: Monografia apresentada ao Curso de Filosofia da Universidade Federal do Maranhão para obtenção do grau de licenciatura em Filosofia.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1477
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Filosofia do Campus do Bacanga

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RafaelPinheiro.pdfTrabalho de Conclusão de Curso321,66 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

Admin Tools