Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/2577
Title: Machismo e violência contra a mulher: uma abordagem acerca da reeducação e ressocialização dos agressores.
Other Titles: Machismo and violence against women: an approach to re-education and re-socialization of the aggressors.
Authors: CORREIA, Leonor Veloso Da Rocha Fonseca
Keywords: Machismo. Violência contra a mulher. Agressores. Reeducação. Ressocialização.
Machism. Violence against women. Aggressors. Reeducation. Resocialization.
Issue Date: 9-Feb-2018
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
Abstract: A violência doméstica e familiar contra a mulher, que constitui uma das mais graves formas de violação dos direitos humanos, se dá, em grande parte, pela construção histórica de papéis de gênero, que impõem a homens e mulheres um modelo de comportamento a ser seguido. Por conta disso, durante muito tempo se justificou a dominação do homem sobre a mulher, o que ainda se reflete atualmente, pois nossa sociedade ainda guarda essa lógica machista e patriarcal construída ao longo do tempo. Os altos índices de violência contra a mulher mostram a necessidade de se investir em projetos que visem uma transformação cultural, já que apenas as medidas repressivas não conseguem solucionar tal problema. Nesse sentido, este trabalho se propõe a analisar a relação de causalidade entre o machismo e a violência doméstica e familiar contra a mulher, além de compreender a importância da reeducação e ressocialização dos agressores, no que diz respeito à desconstrução desse aprendizado de dominação do homem sobre a mulher. Serão, ainda, estudadas as finalidades das penas aplicadas aos casos de violência doméstica e familiar contra a mulher, além de se identificar e avaliar as políticas públicas voltadas para a reeducação e ressocialização dos agressores no Município de Imperatriz/MA. Por fim, serão indicadas medidas educativas de combate ao machismo, como forma de prevenção à violência contra a mulher.
Description: ABSTRACT Domestic and familiar violence against women, which is one of the most serious violations of human rights, is largely due to the historical construction of gender roles, which impose to men and women a model of behavior to be followed. Because of this, for a long time, has been justified men's domination over women, which is still reflected today, because our society still keep this machist and patriarchal logic that was built over the time. The high rates of violence against women show the need to invest in projects aimed at cultural transformation, since only repressive measures can not solve this problem. In this sense, this work proposes to analyze the relation of causality between machism and domestic and familiar violence against women, besides understanding the importance of reeducation and resocialization of aggressors, concerning the deconstruction of this learning of man’s domination over women. Will still be studied the objectives of the punishments applied to the cases of domestic and familiar violence against women, besides identify and evaluate the public policies directed towards the reeducation and resocialization of aggressors in the city of Imperatriz / MA. Finally, will be indicated educational measures to combat the machism as a way of preventing violence against women.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2577
Appears in Collections:TCC de Graduação em Direito do Campus de Imperatriz

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LeonorCorreia.pdfTrabalho de Conclusão de Curso795,97 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.