Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/2694
Title: Educação nos presídios maranhenses como suporte de ressocialização
Other Titles: Education in the Maranhão prisons as support for resocialization
Authors: GOMES, Elizangela Duarte
Keywords: Educação
Presídios
Ressocialização
Education
Prisons
Ressalization
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: O presente trabalho visa analisar a importância e a aplicabilidade da Educação no Sistema Penitenciário do estado do Maranhão, sobretudo em seu maior complexo prisional, o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em uma tentativa de identificar seus anseios e perspectivas, além de responder se os direitos sociais pontuados na Constituição Federal são preservados de forma a garantir a ressocialização de forma plena. Traz como metodologias principais a utilização da nova história cultural, por nos permitir entender as representações, e a Teoria das Representações Sociais proposta por Moscovici. Já dentre as técnicas de pesquisa, utilizou-se a técnica de pesquisa documental indireta: leis, sentenças, acórdãos e bibliográfica: livros, artigos, periódicos, revistas, sites da internet e, para enriquecimento da pesquisa, a técnica de documentação direta, a saber, a pesquisa de campo onde foram entrevistados 7 educadores (quatro mulheres e três homens) de escolas das unidades prisionais da Região Metropolitana de São Luís. Obteve-se como resultado um maior número de comentários negativos dos educadores, relacionados à organização do ensino e estrutura escolar do sistema em questão, concluindo-se que a ineficiência das políticas públicas penais se tornou um desafio político a nível global, criando uma dicotomia latente entre a proposta pedagógica e a execução da atividade escolar nas prisões. E no âmbito prisional maranhense, ao contrário do que se pretende, ainda não se viabiliza de forma competente o acesso à construção de conhecimentos necessários a recuperação e reinserção dos presos à sociedade.
Description: ABSTRACT This paper aims to analyze the importance and applicability of Education in the Penitentiary System of the state of Maranhão, especially in its largest prison complex, the Penitentiary Complex of Pedrinhas, in an attempt to identify its aspirations and perspectives, as well as to answer whether social rights punctuated in the Federal Constitution are preserved in order to guarantee resocialization fully. It brings as main methodologies the use of the new cultural history, by allowing us to understand the representations, and the Theory of Social Representations proposed by Moscovici. Among the research techniques, we used the indirect documental research technique: laws, sentences, judgments and bibliographical: books, articles, periodicals, magazines, internet sites and, for the enrichment of research, direct documentation technique, the field research where seven educators (four women and three men) from schools of the prison units of the Metropolitan Region of São Luís were interviewed. As a result, more negative comments were received from educators related to the organization of teaching and learning. the school structure of the system in question. It was concluded that the inefficiency of public criminal policies became a political challenge at the global level, creating a latent dichotomy between the pedagogical proposal and the execution of school activity in prisons. And in the Maranhense prison context, contrary to what is intended, access to the construction of knowledge necessary for the recovery and reintegration of prisoners into society is not yet competently available.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2694
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Direito do Campus do Bacanga

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ElizangelaDuarteGomes.pdfTrabalho de Conclusão de Curso407,65 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.