Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/4926
Title: O ensino de biologia para alunos surdos: análise das perspectivas dos intérpretes de libras de uma escola da cidade de Pinheiro, Maranhão
Other Titles: Teaching biology to deaf students: an analysis of the perspectives of the libras interpreters of a school in the city of Pinheiro, Maranhão
Authors: ARAÚJO, Paulo Edilson Reis
Keywords: ensino de biologia;
intérprete de libras;
inclusão escolar;
educação de surdos.
biology teaching;
libras interpreter;
school inclusion;
deaf education.
Issue Date: 2021
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: RESUMO Com a implantação da inclusão no ambiente escolar o intérprete de Libras é essencial para mediar a comunicação e a interação no aprendizado dos alunos ministrado pelo professor regente do componente curricular. Dessa forma, o objetivo dessa pesquisa é analisar as perspectivas dos intérpretes educacionais em libras, sobre as particularidades e possibilidades do processo de interpretação nas aulas de Biologia. A pesquisa de abordagem qualitativa, teve como foco a investigação de uma realidade particular de uma escola de nível médio pública estadual da cidade de Pinheiro – MA. Foram realizadas entrevistas semiestruturas com três intérpretes que participam das aulas de biologia. Os dados foram analisados à luz da análise de conteúdo e discutidos em torno das seguintes categorias: sinais e conceitos biológicos, diferença entre interpretar biologia e outros componentes curriculares, dificuldades e possibilidades na intepretação de biologia e relação professor- intérprete e a relação intérprete- aluno no processo de ensino-aprendizagem. Compreendemos no trabalho que a falta de termos técnicos ainda persiste nas áreas das ciências naturais, que leva os intérpretes a utilizarem de vários meios para intepretação, tornando o conteúdo o mais descritivo possível. Um dos pontos positivos na intepretação de Biologia para os alunos surdos está na possibilidade e conciliar oralidade a elementos visuais. Inclusive o caráter visual da biologia é também um principal motivo da diferença entre interpretar o componente curricular Biologia com relação aos demais. Observamos também que é imprescindível a parceria direta do professor regente e o intérprete de Libras, sobre a conscientização e respeito em relação ao espaço físico durante a mediação intérprete-aluno surdo, como no processo de planejamento do professor. Como possibilidades para uma melhor inclusão dos alunos surdos apontaram a necessidade de uma equipe multidisciplinar atuando com os alunos. Podemos citar a importância deste trabalho de modo a sensibilizar sobre o processo de intepretação no ensino de biologia tendo em conta suas particularidades e sensibilizar docentes e futuros docentes a maior colaboração em planejar, antecipar e dialogar com o intérprete.
Description: ABSTRACT With the implementation of inclusion in the school environment, the Libras interpreter is essential to mediate communication and interaction in student learning taught by the teacher conducting the curricular component. Thus, the objective of this research is to analyze the perspectives of educational interpreters in pounds, about the particularities and possibilities of the interpretation process in Biology classes. The research with a qualitative approach, focused on the investigation of a particular reality of a state public high school in the city of Pinheiro – MA. Semi-structured interviews were conducted with three interpreters who participate in biology classes. The data were analyzed in the light of content analysis and discussed around the following categories: biological signs and concepts, difference between interpreting biology and other curricular components, difficulties and possibilities in the interpretation of biology and the teacher-interpreter relationship and the interpreter-student relationship in the teaching-learning process. We understand in the work that the lack of technical terms still persists in the areas of natural sciences, which leads interpreters to use various means for interpretation, making the content as descriptive as possible One of the positive points in the interpretation of Biology for deaf students is the possibility and reconciling orality with visual elements. Even the visual character of biology is also a main reason for the difference between interpreting the curricular component Biology in relation to the others. We also observed that it is essential to have a direct partnership between the conducting teacher and the Libras interpreter on the awareness and respect in relation to the physical space during the deaf interpreter-student mediation, as in the teacher's planning process.As possibilities for a better inclusion of deaf students, they pointed out the need for a multidisciplinary team working with students. We can mention the importance of this work in order to raise awareness about the process of interpretation in the teaching of biology taking into account its particularities and raise awareness among teachers and future teachers about greater collaboration in planning, anticipating and dialoguing with the interpreter.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/4926
Appears in Collections:TCCs do Curso de Ciências Naturais/Biologia do Campus de Pinheiro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PAULOEDILSONREISARAÚJO.pdfTrabalho de Conclusão de Curso137,29 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.