Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/4929
Title: Parasitos e doenças parasitárias: a caracterização de textos de divulgação científica publicados na revista Ciência Hoje
Other Titles: Parasites and parasitic diseases: a characterization of texts of scientific dissemination published in Ciência Hoje magazine
Authors: BASTOS, Werberth Braga
Keywords: parasitos;
doenças parasitárias;
divulgação científica;
Ciência Hoje.
parasites;
parasitic diseases;
science communication;
Ciência Hoje.
Issue Date: 3-May-2021
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: RESUMO Com a prevalência das doenças parasitárias, associadas a diversos fatores como saneamento básico e até mesmo acesso à informação de qualidade, levando ao aumento constante de doenças e até mesmo óbitos, a ciência tem importante papel na divulgação desse conhecimento a diferentes públicos. Objetivo desta pesquisa é investigar a abordagem sobre a temática parasitose nos textos da revista Ciência Hoje e analisar o formato, estrutura e conteúdo relacionados à parasitologia e as doenças associadas. A pesquisa de cunho qualitativa é do tipo documental e o objeto de estudo foram textos da revista Ciência Hoje das edições de 2006 a 2016 disponíveis gratuitamente na plataforma Capes. Os dados foram analisados à luz da análise de conteúdo e as categorias de análises foram estabelecidas a priori, são elas: Formato, Parasito e hospedeiro intermediário, Hospedeiro definitivo ou doente e Doenças. Observamos que a revista mescla textos com linguagem mais técnicas e outros mais didáticos; trazendo em sua maioria reportagens de pesquisa ou temáticas, e são as que contemplam grande parte dos elementos essenciais para compressão de uma patologia parasitária. Um ponto de suma relevância foi identificar que as revistas abordam desde parasitos mais conhecidos até parasitos poucos divulgados, abordando aspectos de medicina, paleoparasitologia, farmacologia, biologia, saúde pública, entre outros, diversificando assim a abordagem do tema. Entre os pontos de cuidado destacamos as menções dos habitats na maioria das vezes relacionados a lugares pobres e também a citação de indígenas e comunidades ribeirinhas em vários textos como os mais afetados. É preciso parcimônia para não divulgar estereótipos desnecessários ligados a raças, etnias e cultura. Diante disso, o trabalho foi importante para mostrar como as parasitoses são apresentadas em diferentes veículos/meios de divulgação da ciência e como podem ser melhores construídos e explorados, para que possam vir a contribuir para informação e desenvolvimento do indivíduo/comunidade de forma que estes consigam através dos textos perceberem a relevância da temática e promover a educação em saúde com a adoção de hábitos mais saudáveis dada a questão de saúde pública.
Description: ABSTRACT With the prevalence of parasitic diseases, associated with several factors such as basic sanitation and even access to quality information, leading to a constant increase in diseases and even deaths, science has an important role in spreading this knowledge to different audiences. The objective of this research is to investigate the approach on the theme of parasitosis in the texts of Ciência Hoje magazine and to analyze the format, structure and content related to parasitology and associated diseases. The qualitative research is of the documentary type and the object of study were texts from the Ciência Hoje magazine from the 2006 to 2016 editions available for free on the Capes platform. The data were analyzed in the light of the content analysis and the categories of analysis were established a priori, they are: Format, Parasite and intermediate host, Definitive or sick host and Diseases. We observed that the magazine mixes texts with language that are more technical and others that are more didactic; bringing mostly research or thematic reports, and are those that contemplate a large part of the essential elements for the compression of a parasitic pathology. A point of paramount relevance was to identify that the journals address from the most well-known parasites to the few disseminated parasites, addressing aspects of medicine, paleoparasitology, pharmacology, biology, public health, among others, thus diversifying the approach to the topic. Among the points of care we highlight the mention of habitats most often related to poor places and also the mention of indigenous and riverside communities in various texts as the most affected. It is necessary to be parsimonious in order not to divulge unnecessary stereotypes related to races, ethnicities and culture. Therefore, the work was important to show how parasites are presented in different vehicles / means of disseminating science and how they can be better constructed and explored, so that they can contribute to the information and development of the individual / community so that they get through the texts to realize the relevance of the theme and promote health education with the adoption of healthier habits given the public health issue.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/4929
Appears in Collections:TCCs do Curso de Ciências Naturais/Biologia do Campus de Pinheiro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
WERBERTHBRAGABASTOS.pdfTrabalho de Conclusão de Curso163,66 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.