Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/6702
Title: Cachaça artesanal maranhense: conceito e produto no mercado varejista de São Luís/MA
Other Titles: Artisanal cachaça from Maranhão: concept and product in the retail market of São Luís/MA
Authors: SILVA, Karlla Danielle Ridrs da Paz e
Keywords: mercado da cachaça;
comércio varejista;
lojas Distribuidoras.
cachaça market;
retail trade.
distribution stores.
Issue Date: 4-Jul-2019
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: RESUMO O mercado da cachaça está em plena expansão, com formas novas de produção, infusão e sabores. Ademais, é uma bebida carregada de tradição, pois traz em sua trajetória, grande influência no comércio brasileiro, que refletiu no seu desenvolvimento, cultura, hábitos e história. Entretanto, algumas regiões do nordeste apresentam um crescimento imperceptível, salvo alguns destaques. Não obstante dessa realidade, está o mercado maranhense, sobretudo, o de sua capital, que no segmento de destilados, encontra-se distante dos grandes centros de sucesso que vendem esse item em seus estabelecimentos. O Objetivo deste estudo foi investigar a cachaça artesanal maranhense no comércio varejista de alimento tradicional e de autosserviços de São Luís. A Metodologia ocorreu por meio de pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória, no período de 13 de maio até 06 de junho de 2019. Usando para isso, dados bibliográficos e estudos múltiplos de casos, com pesquisas de campo realizadas em áreas compostas por lojas distribuidoras da cidade. Para tal, foi usado um roteiro previamente estruturado como base para os questionamentos feitos aos entrevistados, bem como diário de pesquisas. As informações coletadas foram analisadas por meio do modelo análises de conteúdo. Diante disso, verificou- se que os comerciários varejistas elegeram a Tiquira como a ‘cachaça’ mais popular em seus estabelecimentos, embora ela seja um destilado proveniente da mandioca, o que demonstrou a pouca compreensão dos indivíduos sobre a denominação normativa da cachaça. Percebeu-se uma comercialização promissora, e extensa variedade dessas aguardentes nessas lojas. Apesar do grande índice de informalidade na fabricação do produto, isso não interferiu em sua procura, tendo em vista sua demanda por consumidores maranhenses na maioria dos comércios pesquisados. Contudo, nos grandes varejos, não foi percebida a sua presença. Isso ocorreu por causa da incerteza da sua procedência, falta de certificação e produção duvidosa. Fatores que colocam em dúvida a credibilidade e qualidade da bebida, colaborando para aumento do preconceito ao seu redor. Esses acontecimentos revelaram a necessidade de desenvolvimentos estratégicos que otimizem o canal distribuidor nos varejos, uma vez que a cachaça artesanal se mostrou um produto economicamente viável, possibilitando, portanto, o aumento desses produtos nas principais prateleiras varejistas de São luís e de outros estados. Contudo, mesmo com ações de projetos como o CARTIMA que trabalha com outras instituições para o desenvolvimento educacional do pequeno produtor de cachaça. Nota-se que essas ações ainda não atingiram plenamente o público em questão, dado o alto nível de informalidade nesse setor.
Description: ABSTRACT The cachaça market is in full expansion, with new forms of production, infusion and flavors. In addition, it is a drink with tradition, because brings in its trajectory, great influence on the Brazilian commerce, that reflected in its development, culture, habits and history. However, some regions of the northeast show an imperceptible growth, except for some highlights. Notwithstanding this reality, there is the Maranhão ́s market, especially the metropolis, which in the segment of distillates, is far from the great centers of success that sell this item in their establishments. The objective of this study was to investigate the artisanal cachaça from Maranhão in the retail trade of traditional food and self - services of São Luís. The methodology was carried out by descriptive, qualitative and exploratory research, from May 13 to June 6, 2019, using multiple case studies, with field surveys conducted in areas composed of distribution stores in the city. For this, a previously structured script was used as the basis for the questionings made to the interviewees, as well as a research diary. In view of this, it was found that retailers elect Tiquira as the most popular cachaça in their establishments, although it is a cassava distillate, which demonstrates the lack of understanding of the individuals about the normative denomination of cachaça. It was noticed a promising commercialization, and extensive variety of these spirits in these stores. Despite the large index of informality in the manufacturing of the product, this did not interfere in its quest, considering its demand by consumers of Maranhão in most of the trades surveyed. However, in the big retails, its presence was not perceived. This was due to the uncertainty of its origin, lack of certification and dubious production. Factors that put in doubt the credibility and quality of the drink, collaborating to increase the prejudice around them. These events revealed the need for strategic developments that optimize the distributor channel in retails, since artisanal cachaça has proved an economically viable product, enabling, therefore, the increase of these products in the main retail shelves of São Luis and other states. However, even with actions of projects such as the CARTIMA that works with other institutions for the educational development of the small producer of cachaça. Note that these actions have not yet fully reached the public in question, given the high level of informality in this sector.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/6702
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Hotelaria do Campus do Bacanga

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
KARLLADANIELLERIDRSDAPAZESILVA.pdfTrabalho de Conclusão de Curso2,81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.