Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/6737
Title: Diferenças clínico-epidemiológicas dos óbitos por dengue entre as regiões do Brasil
Other Titles: Clinical-epidemiological differences in deaths from dengue between regions of Brazil
Authors: DINIZ FILHO, Marcílio Jorge Nogueira
Keywords: análise de dados;
dengue;
epidemiologia;
óbito;
política pública;
data analysis;
death;
dengue;
epidemiology;
public policy.
Issue Date: 17-Jul-2023
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: Introdução: A dengue é uma das arboviroses mais difundidas no mundo, representando um risco para cerca de metade da população mundial. No Brasil, a doença reemergiu na década de 80 e se tornou endêmica desde então. O Ministério da Saúde busca seu combate através de campanhas e da sensibilização da população, mas o combate à dengue tornou-se mais desafiador, mesmo com os avanços científicos e o acesso à informação. Objetivo: O presente estudo tem como objetivo principal estudar as diferenças clínico-epidemiológicas dos óbitos por dengue entre as regiões do Brasil. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo com abordagem quantitativa sobre o perfil dos óbitos por dengue ocorridos nas regiões do Brasil, utilizando-se de dados secundários fornecidos pelo Sistema Nacional de Informações de Agravo e Notificação (SINAN). Resultados: A taxa de letalidade apresentada por cada região brasileira foi bem próxima a do Brasil (8,27%), sendo respectivamente: Norte (9,90%), Nordeste (7,26%), Sudeste (8,97%), Sul (9,00%) e Centro-Oeste (6,93%). Os dados coletados através do DATASUS apresentaram uma tendência na prevalência dos perfis de óbito por dengue, que foram: sexo feminino, população idosa, parda, ensino médio completo, uma quantidade ínfima de gestantes foi atingida, classificados como dengue grave, confirmação laboratorial, sorotipo DEN1 e ocorrência de hospitalizações. Além da alta taxa de letalidade, percebeu-se uma grande presença de dados marcados como ignorados ou em branco nas variáveis Escolaridade e Sorotipo. Conclusão: A região Nordeste apresentou uma alta taxa de óbitos na faixa etária economicamente ativa (20-39 anos), as regiões Norte e Sul com forte presença do sexo masculino, porém as taxas de letalidade nas regiões se mostraram bem próximas da taxa de letalidade nacional.__ABSTRACT Introduction: Dengue is one of the most widespread arboviruses in the world, representing a risk to approximately half of the global population. In Brazil, the disease reemerged in the 1980s and has since become endemic. The Ministry of Health strives to combat it through campaigns and raising awareness among the population, but fighting dengue has become more challenging, even with scientific advances and access to information. Objective: The main objective of this study is to study the clinical-epidemiological differences in dengue-related deaths among the regions of Brazil. Methodology: This is a descriptive study with a quantitative approach on the profile of dengue-related deaths that occurred in the regions of Brazil, using secondary data provided by the National System of Disease Notification (SINAN). Results: The lethality rate presented by each Brazilian region was very close to that of Brazil (8.27%), respectively: North (9.90%), Northeast (7.26%), Southeast (8.97%), South (9.00%) and Midwest (6.93%). Data collected through DATASUS showed a trend in the prevalence of death profiles from dengue, which were: female, elderly population, brown, complete high school, a small number of pregnant women were reached, classified as severe dengue, laboratory confirmation, serotype DEN1 and occurrence of hospitalizations. In addition to the high lethality rate, there was a large presence of data marked as ignored or blank in the variables Education Level and Serotype. Conclusion: The Northeast region had a high rate of deaths in the economically active age group (20-39 years), the North and South regions with a strong presence of males, but the fatality rates in the regions were very close to the national fatality rate.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/6737
Appears in Collections:TCCs do Curso de Graduação em Enfermagem do Campus de Pinheiro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARCILIODINIZFILHO.pdfTrabalho de Conclusão de Curso766,1 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.