Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/6747
Title: Análise da mortalidade perinatal na baixada maranhense entre os anos de 2018 a 2021
Other Titles: Analysis of perinatal mortality in Baixada Maranhão between the years 2018 to 2021
Authors: BENTO, Vanessa Almeida
Keywords: óbitos perinatais;
prematuridade;
mortalidade perinatal por risco específico;
perinatal deaths;
prematurity;
perinatal mortality by specific risk
Issue Date: 14-Jul-2023
Publisher: Universidade Federal do Maranhão
Abstract: RESUMO Introdução: A Mortalidade Infantil (MI) representa um importante indicador de qualidade da saúde e desenvolvimento socioeconômico de uma população. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a cobertura universal de saúde registra a importância da MI para a aproximação das condições de saúde das populações, bem como seu potencial norteador de políticas e ações em saúde. Objetivo: Análise da Mortalidade Perinatal na Baixada Maranhense entre os anos de 2018 a 2021. Método: Pesquisa de estudo epidemiológico descritivo de caráter bibliográfico, com propósito de levantardados do SIM e SINASC, para descrição dos dados serão utilizadas variáveis relacionadas ao RN (peso ao nascer, semana gestacional, tipo de parto e óbitos perinatais segundo o CID -10) para obter respostas ao objetivo geral do presente trabalho. Resultados: Segundo os dados levantado durante a pesquisa, nos anosde 2018 a 2020, o índice de mortalidade em crianças com diarreia cresceu de uma forma exacerbada segundo dados coletados e apresentados em forma de gráficos, demonstrou que os maiores óbitos perinataldurante o ano de 2021 foram nos municípios de Viana, Pinheiro e Penalva nos partos ocorrerão em suas residências. Considerações Finais: Os dados apresentados no Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos, especialmente o SINASC, foram a principal ferramenta para o desenvolvimento desse trabalho, para que assim, pudesse ser quantificado os índices de óbitos durante o parto e a mortalidade infantil.__ABSTRACT Introduction: Infant Mortality (IM) represents an important indicator of the quality of health and socioeconomic development of a population. According to the World Health Organization (WHO) , universal health coverage highlights the importance of IM for approaching the health conditions of populations, as well as its potential to guide health policies and actions. Objective: Analysis of Perinatal Mortality in Baixada Maranhense between the years 2018 to 2021. Method: Bibliographic descriptive epidemiological study research, with the purpose of collecting data from SIM and SINASC, variables related to the NB will be used to describe the data. (birth weight, gestational week, type of deliveryand perinatal deaths according to ICD -10) to obtain answers to the general objective of this study. Results:According to the data collected during the research, in the years 2018 to 2020, the mortality rate in childrenwith diarrhea grew unreasonably according to data collected and presented in the form of graphs, demonstrating that the highest perinatal deaths during the year 2021 were in the municipalities of Viana, Pinheiro and Penalva in the births will take place in their homes. Final Considerations: The data presentedin the Information System on Live Births, especially SINASC, were the main tool for the development of this work, so that the rates of deaths during childbirth and infant mortality could be quantified.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/6747
Appears in Collections:TCCs do Curso de Graduação em Enfermagem do Campus de Pinheiro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VANESSABENTO.pdfTrabalho de Conclusão de Curso1,66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.