Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/798
Title: FAMÍLIAS SIMULTÂNEAS SOB A PERSPECTIVA DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988: critérios para o seu reconhecimento e partilha de bens em sua dissolução
Authors: Carvalho, Gabriela Macário
Keywords: Famílias simultâneas
Partilha de bens
Pluralismo familiar
Direito de família
Constituição Federal de 1988
Issue Date: Dec-2014
Abstract: O presente estudo possui como objetivo questionar a possibilidade de reconhecimento das famílias simultâneas, quais os requisitos exigidos para esse reconhecimento e os critérios utilizados para a partilha de seus bens quando os vínculos conjugais são dissolvidos para assegurar que não ocorra enriquecimento ilícito de nenhum membro. A simultaneidade de núcleos conjugais é antiga realidade sociológica brasileira. No entanto, somente com o advento da Constituição Federal de 1988, com a consagração dos princípios da dignidade da pessoa humana, da afetividade e do pluralismo familiar, tornou-se possível questionar a real possibilidade de conceber essa realidade social como entidade familiar merecedora da especial proteção do Estado prevista no artigo 226 do texto constitucional. A análise será desenvolvida em três partes. Na primeira parte, será apresentado um esboço histórico para comprovar que a conjugalidade paralela sempre esteve presente na realidade social brasileira, bem como será feita uma abordagem sobre a importância dos princípios constitucionais da dignidade da pessoa humana, da afetividade e do pluralismo familiar no reconhecimento de novos modelos familiares. Na segunda parte, serão analisadas as atuais correntes doutrinárias sobre a possibilidade de reconhecimento das famílias simultâneas no intuito de questionar quais seriam os requisitos necessários para conceder tutela estatal a essas entidades familiares e, ainda será feita uma análise jurisprudencial sobre os posicionamentos recentes sobre o tema em epígrafe. Por fim, na terceira parte, em decorrência da concessão de efeitos patrimoniais ser uma consequência lógica do reconhecimento de uma entidade familiar, serão discutidas quais seriam os possíveis critérios utilizados para realizar a partilha de bens em virtude da dissolução dos vínculos conjugais das famílias paralelas, com a finalidade de evitar locupletamento ilícito entre seus membros.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/798
Appears in Collections:TCCs de Graduação em Direito do Campus do Bacanga

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIAGABRIELAMACÁRIOCARVALHO2014.pdfMONOGRAFIA GABRIELA MACÁRIO CARVALHO 2014732,77 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.